meio ambiente Rio começa a multar comerciantes por uso de canudo de plástico As multas aplicadas para os comerciantes são de R$ 1.650 e, para ambulantes, de R$ 650

Por: Agência Brasil

Publicado em: 19/09/2018 07:47 Atualizado em: 19/09/2018 09:05

Segundo a nova lei, o canudo oferecido pelo comércio carioca precisa ser de papel biodegradável ou reciclável. Foto: Marcello Casal JR/Agência Brasil
Segundo a nova lei, o canudo oferecido pelo comércio carioca precisa ser de papel biodegradável ou reciclável. Foto: Marcello Casal JR/Agência Brasil
A Vigilância Sanitária do município do Rio de Janeiro começou ontem (18/9) a aplicar multas para bares, restaurantes e ambulantes que ofereçam canudos plásticos a seus clientes.

Nos últimos 60 dias, técnicos do órgão visitaram estabelecimentos e intimaram os comerciantes a substituir seus canudos por outros de papel biodegradável. A partir de hoje, os profissionais vão conferir se a substituição foi feita e aplicar multas caso voltem a encontrar canudos de plástico.

Os estabelecimentos que ainda não foram visitados continuarão a ter o prazo de 60 dias para substituir o canudo plástico. O período só começará a valer a partir da primeira visita dos técnicos.

As multas aplicadas para comerciantes são de R$ 1.650 e, para ambulantes, de R$ 650. Em ambos os casos, a punição é de R$ 6 mil em caso de reincidência.

Desde 19 de julho, já foram inspecionados mais de 5 mil estabelecimentos na cidade. Para ser adequado à nova lei, o canudo oferecido pelo comércio carioca precisa ser de papel biodegradável e/ou reciclável e embalado com material semelhante.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.