Solicitação Por tweet racista, MP pede que Júlio Cocielo seja multado em mais de R$ 7 milhões Os promotores ainda solicitaram a quebra do sigilo bancário do réu, para que o valor total de R$ 7.498.302 seja pago

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 13/09/2018 20:39 Atualizado em: 13/09/2018 21:00

Foto: YouTube/Reprodução (Foto: YouTube/Reprodução)
Foto: YouTube/Reprodução
O Ministério Público pediu, através dos promotores de Justiça de Direitos Humanos, Eduardo Valério e Orsini Simonetti, que o youtuber Júlio Cocielo seja condenado por racismo e pague mais de R$ 7 milhões. O MP abriu uma ação civil pública nesta quarta-feira (12) que enquadra Cocielo por 'dano social coletivo'. Os promotores ainda solicitaram a quebra do sigilo bancário do réu, para que o valor total de R$ 7.498.302 seja pago.

Júlio Cocielo, dono de um dos canais brasileiros com mais inscritos no YouTube, causou a polêmica ao fazer piada envolvendo Mbappé, jogador negro da seleção da França na Copa do Mundo. Quando o atacante sofreu o pênalti na partida contra a Argentina, válida pelas oitavas de final do torneio, após disparada vindo de seu campo de defesa, Cocielo postou em seu Twitter: "Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia hein (sic)".

Nos dias seguintes após a polêmica, marcas que tinham contrato publicitário com o youtuber, como Adidas, Itaú, Coca-Cola e McDonald's se posicionaram contra o que foi dito e algumas encerraram os contratos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.