segurança Forças de segurança fazem operação nos Complexos do Alemão, Maré e Penha Os militares atuam no cerco aos conjuntos de favelas e na estabilização da áreas, além da retirada de barricadas.

Por: AE

Por: Agência Brasil

Publicado em: 20/08/2018 11:10 Atualizado em: 20/08/2018 12:03

Após madrugada tensa, Forças Armadas, Polícia Militar e Civil atuam nos Complexos. Foto: Reprodução/Flickr
Após madrugada tensa, Forças Armadas, Polícia Militar e Civil atuam nos Complexos. Foto: Reprodução/Flickr
As forças de segurança realizam uma operação conjunta nos Complexos do Alemão, da Maré e da Penha desde o fim da madrugada desta segunda-feira (20), no Rio de Janeiro. Ao todo, mais de 4,2 mil homens, entre militares das Forças Armadas, Policiais Militares e Civis, atuam em conjunto, inclusive com a utilização de veículos blindados.

Oito pessoas foram mortas na operação das Forças Armadas e da Polícia Civil realizada nesta segunda-feira nos complexos da Penha, da Maré e do Alemão, na zona norte do Rio. Ainda não há informações sobre quem são as vítimas.

Os militares atuam no cerco aos conjuntos de favelas e na estabilização da áreas, além da retirada de barricadas. Veículos e pessoas estão sendo revistados. 

Da PM, o Batalhão de Choque atua no Complexo do Alemão, enquanto o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o de Ações com Cães estão na Maré.

A operação tem como objetivo verificar denúncias de atividades criminosas, principalmente, do tráfico de drogas.

Este é o terceiro dia consecutivo de atuação das forças de segurança no Complexo do Alemão, o principal foco da operação. Na Maré, são feitas operações secundárias. Cerca de 550 mil pessoas vivem nos três complexos



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.