Surpresa Dona de casa encontra cobra ao lavar alface no DF Mulher tomou um susto ao ver o animal, que tem cerca de 40cm e não é venenoso

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 06/08/2018 18:41 Atualizado em:

Cobra dormideira não é peçonhenta, mas exige cuidados. Foto: Divulgação/BMPA
Cobra dormideira não é peçonhenta, mas exige cuidados. Foto: Divulgação/BMPA
Uma moradora do Riacho Fundo I, no Distrito Federal, teve uma surpresa desagradável ao lavar o alface em casa, nesse domingo (5). Uma cobra estava em meio à hortaliça e caiu na pia durante a higienização das folhas. Assustada, a dona de casa acionou o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) e pediu ajuda. 

Os militares tiraram a cobra da pia com o um tipo de guancho. Depois, a soltaram próximo a um córrego na área rural do Núcleo Bandeirante, hábitat do bicho. Segundo os militares que atenderam a ocorrência, a cobra é do tipo dormideira, não sendo peçonhenta, ou seja, sua picada não é venenosa. 

Mesmo assim, o manejo do animal só deve ser feito por especialistas, como explicou o subtenente do batalhão ambiental, Wilson José Oliveira. "Apesar de não ser peçonhenta, ela é uma cobra, então exige cuidados. O ideal, se alguém encontrar esse animal, é fazer como a senhora fez, solicitar ajuda do batalhão ambiental e evitar o contato".

O caso é inusitado, porque não é comum uma cobra se manter dentro da alface durante o processo da colheita e até chegar à casa do consumidor. O subtenente Wilson diz ainda que, normalmente, o animal seria encontrado antes mesmo de a verdura ser deixada na feira. "Mesmo aquelas cobras que são animais do cerrado são difíceis de se encontrar em verduras, porque o ambiente natural delas não é esse."


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.