Racismo Protagonizada por família negra, campanha de O Boticário é alvo de ataques racistas Vídeo lançado pela empresa brasileira de cosméticos já tem quase 20 mil "descurtidas" e comentários indignados: 'modinha afro'

Por: Estado de Minas

Publicado em: 30/07/2018 16:10 Atualizado em:

Foto: O Boticário/Divulgação (Foto: O Boticário/Divulgação)
Foto: O Boticário/Divulgação
O comercial do Dia dos Pais da marca de cosméticos O Boticário, parece ter causado incômodo na internet. O vídeo, protagonizado por uma família negra, já reúne quase 20 mil deslikes. Nos quase 4 mil comentários da gravação, divulgada no canal da empresa no Youtube, diversos usuários expõem, indignados, o motivo pelo qual desaprovam a propaganda. 

“Porque não tem nenhuma pessoa branca no comercial? Não é direitos iguais?”, alegou um internauta. “Na boa, essa modinha de afro em comercial já passou, muda para sustentabilidade ou outra modinha qualquer”, disse outro. 

Há também manifestações de apoio à peça publicitária. "Brancos sempre tiveram representações em qualquer mídia e esfera da sociedade. Em nossas vidas, não muda nada um comercial com uma família negra porque já somos representados em 99% deles, mas para quem é negro faz sim diferença, isso é representatividade", defendeu um usuário. "Tanto comercial que só aparece gente branca por ai e ninguém fala nada, depois vem dizer que não é racismo né?", argumentou outra.

Brasil tem baixa representatividade de negros na publicidade

Um levantamento realizado em 2017 pelo Instituto Locomotiva com 2020 pessoas negras, revela que apenas 6% dos entrevistados se sentem adequadamente representados pelas propagandas de TV. Os dados contrastam com outra investigação conduzida pelo mesmo instituto também no ano passado, cujos cálculos mostram que a comunidade negra brasileira movimenta cerca R$ 1,62 trilhões de reais. 

Nas contas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população brasileira que se declara preta ou parda chega a 112,6 milhões de pessoas - ou  54% dos brasileiros.

Assista à campanha:  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.