cadeias Brasil está na contramão do mundo, diz expert Enquanto o resto do planeta diminui a população carcerária, no Brasil só cresce

Publicado em: 21/07/2018 15:39 Atualizado em:

Foto: Pixabay / Alex Van
Foto: Pixabay / Alex Van
A projeção de ter 1,47 milhão de presos em 2025 é “assustadora, mas previsível”, diz o diretor Jurídico da ONG Conectas, Marcos Fuchs. "O mundo todo está diminuindo a população carcerária. Só no Brasil a tendência é aumentar.” Ele acredita que, com este ritmo, o País deve ultrapassar a China que, embora reúna 1,6 milhão de presos, tem reduzido esse número. "Os índices de violência, como furto e roubo, só aumentam no Brasil. Ou seja, prender mais não significa menos crime na rua. Significa mais soldados para o crime organizado", afirma Fuchs.

Para o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, o Judiciário deve “fazer esforço para julgar casos pendentes e, de fato, analisar se há necessidade ou não da pessoa continuar no presídio”.

fonte: Estadão Conteudo


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.