FORTALEZA Toboágua onde homem morreu no Beach Park tem curvas a 90º de inclinação Turista de Sorocaba, no interior de São Paulo, morre após ser arremessado de brinquedo inaugurado no fim de semana em parque no Ceará

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 17/07/2018 10:15 Atualizado em:

A atração "Vainkará" estará fechada para apuração pericial
Foto: Beach Park/Divulgação
A atração "Vainkará" estará fechada para apuração pericial Foto: Beach Park/Divulgação
O radialista Ricardo José Hilário da Silva, 43 anos, de Sorocaba (SP), morreu ontem ao cair do Vainkará, no Parque Aquático Beach Park, em Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza. O turista estava no brinquedo, inaugurado no fim de semana, com mais três pessoas, quando na última curva do toboágua, antes da chegada à piscina, a boia ultrapassou a parede de contenção e os quatro foram arremessador para fora do brinquedo. Ricardo teve traumatismo craniano e morreu no local.

O Vainkará, a 19ª atração do Beach Park, tem 150 metros de descida e paredes de 90 graus —trazendo a proposta de gravidade zero. Conforme a divulgação, o brinquedo proporciona várias descidas. A primeira queda é íngreme e faz com que a boia encontre uma grande onda. “Em uma sequência rápida, uma segunda onda deixa o Vainkará mais radical, com sensação de gravidade zero”, diz a descrição da atração.

Em nota, o parque lamentou o acidente: “O Beach Park Entretenimento confirma que foi registrado um acidente em uma das atrações do parque aquático na tarde de segunda-feira. A equipe de segurança aquática realizou o atendimento de forma imediata, mas infelizmente o visitante foi a óbito. O Beach Park lamenta profundamente o ocorrido e está dando todo o apoio, suporte e atenção para a família”.

No documento, o Beach Park destaca que “após o acidente, o parque encerrou as atividades da atração e que só voltará a abrir após a apuração pericial, que será realizada pelos órgãos competentes na investigação das causas do acidente. Em respeito à família, o parque não funcionará amanhã (hoje), 17 de julho”. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará informou que a Perícia Forense foi acionada para realizar perícia técnica no brinquedo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.