Fraude Polícia Federal prende quadrilha de golpes em aplicativos de mensagens Investigados abriram contas falsas em bancos para receber os valores provenientes de golpes em apps

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 17/07/2018 09:05 Atualizado em:

A Operação Swindle, que significa "fraude" em inglês, cumpre ordens judiciais em dois estados e no Distrito Federal. Foto: Marcelo Ferreira/CB/DA Press
A Operação Swindle, que significa "fraude" em inglês, cumpre ordens judiciais em dois estados e no Distrito Federal. Foto: Marcelo Ferreira/CB/DA Press

Um grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via aplicativo de trocas de mensagens é alvo de uma investigação da Polícia Federal. A Operação Swindle, que significa "fraude" em inglês, cumpre ordens judiciais em dois estados e no Distrito Federal.

Os agentes devem cumprir 2 mandados de prisão preventiva e 5 de busca e apreensão no DF, em Maranhão e Mato Grosso do Sul. Todas as ordens foram expedidas pela Justiça Federal em Brasília. 

De acordo com os investigados, os criminosos abriam contas bancárias falsas e utilizava ainda contas "emprestadas" de outros suspeitos para receber os valores provenientes das fraudes. "Os agentes criminosos se 'apossavam' das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato", esclareceu a PF em nota.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos arts. 154-A, §3º e §5º, e 171, §3º e 288 do Código Penal Brasileiro.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.