Brasília Colisão frontal deixa cinco mortos, sendo três crianças e uma grávida As vítimas foram um homem de 31 anos, a mulher de 25 anos que estava grávida e duas crianças de 5 e 4 anos

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 08/07/2018 15:05 Atualizado em: 08/07/2018 15:34

Acidente frontal entre dois carros ocorreu na BR-080. Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
Acidente frontal entre dois carros ocorreu na BR-080. Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação


Uma colisão frontal entre dois carros em Brasília deixou cinco pessoas mortas. O acidente ocorreu por volta de 0h50 deste domingo (8), na altura do quilômetro 20, na região conhecida como Taboquinha. A colisão envolveu um Fiat Palio, no qual estavam um casal e três crianças. Uma mulher de 25 anos, grávida, está entre as vítimas. No GM Classic estavam o motorista, uma passageira, e duas crianças no banco de trás. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do Pálio, de 31 anos, trafegava no sentido Brasília, quando realizou uma ultrapassagem em local permitido. Segundo a comunicação da corporação, uma testemunha relatou que o condutor estaria em um bar nas proximidades do local antes da batida. A equipe de socorro também constatou que o motorista do Classic apresentava sinais de embriaguez. 

Dos que estavam no Pálio, o homem que dirigia o veículo morreu no local, assim como a mulher que estava grávida. Uma das crianças, uma menina de 4 anos, também morreu no local do acidente. Um menino de 5 chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Regional de Brazlândia com parada cardiorrespiratória, mas morreu após dar entrada na unidade. A criança mais velha, de 7 anos, foi socorrida pelos bombeiros para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT) com fratura no fêmur esquerdo, estava consciente, mas em estado gravíssimo, segundo a PRF.

No GM Classic, uma menina morreu no local. Outra foi jogada para fora do carro e transportada por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o hospital de Padre Bernardo (GO). O motorista, identificado como José Adriano Ribeiro Lemos, 36 anos, foi levado ao HRT com fratura no fêmur esquerdo, suspeita de fratura no fêmur direito, suspeita de fratura no tórax, corte no queixo, mas consciente. A mulher, de 21 anos, estava com edema na face, fratura exposta na perna e no pé, desorientada e instável. Ela foi levada para o Hospital de Base de helicóptero. 

O local da batida foi periciado pela Polícia Civil de Goiás. Os corpos que ficaram presos às ferragens foram retirados pelos bombeiros do Distrito Federal e levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia. O local do acidente foi resguardado pela PRF e Polícia Militar de Goiás (PMGO).

A frente do Pálio, onde estava o casal e três crianças, ficou destruída. foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
A frente do Pálio, onde estava o casal e três crianças, ficou destruída. foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.