saúde ANS resolve 91% dos conflitos de coberturas de planos de saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) respondeu a 63.458 pedidos de informações

Por: Agência Brasil

Publicado em: 06/07/2018 11:11 Atualizado em:

Realização de procedimentos, franquia e coparticipação, suspensão e rescisão de contratos e cobertura assistencial foram dúvidas mais recorrentes. Foto: Arquivo/Agência Brasil
Realização de procedimentos, franquia e coparticipação, suspensão e rescisão de contratos e cobertura assistencial foram dúvidas mais recorrentes. Foto: Arquivo/Agência Brasil

No primeiro trimestre de 2018, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) registrou 16.998 reclamações de usuários de planos de saúde e respondeu a 63.458 pedidos de informações. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (5) pela agência.

Segundo a ANS, também foram resolvidos 91% dos conflitos relativos à cobertura assistencial e 87,8% sobre outros temas. Em 2017, cerca de 90% dos conflitos registrados pela Agência foram resolvidos sem a necessidade de abertura de processo administrativo.

Os temas que tiveram mais reclamações foram autorização para realização de procedimentos, franquia e coparticipação, suspensão e rescisão de contratos e cobertura assistencial. As maiores demandas de pedidos de informação foram sobre cobertura assistencial, prazos máximos para atendimento e suspensão e rescisão de contratos.

No mesmo período, a diretoria de Fiscalização da ANS lavrou 2.731 autos e proferiu 2.405 decisões, com um valor total de R$ 144.211.144,36 em multas determinadas às operadoras de planos de saúde. A agência celebrou, ainda, dois novos acordos de cooperação técnica, com os ministérios públicos do estado de Mato Grosso do Sul e do Rio Grande do Sul.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.