• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Violência Universitário é salvo após bala atingir livro que estava em mochila Tiroteio ocorreu na Praça da Gentilândia, local da cidade cearense que costuma reunir centenas de jovens

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/03/2018 15:07 Atualizado em: 12/03/2018 17:32

Estudante diz ter evitado tiro nas costas graças a livro na mochila - Foto: Arquivo Pessoal
Estudante diz ter evitado tiro nas costas graças a livro na mochila - Foto: Arquivo Pessoal

Um estudante universitário foi salvo por um livro que estava em sua mochila quando foi atingido por uma bala de um revólver calibre 38 durante um tiroteio que aconteceu na última sexta-feira (09), na cidade de Fortaleza, no bairro do Benfica, local que costuma reunir centenas de universitários na cidade. Bandidos chegaram armados ao local e saíram atirando, o que ocasionou a morte de três pessoas. Ataques simultâneos no mesmo bairro mataram outras quatro pessoas, totalizando sete vítimas na chacina do Benfica.

O aluno beneficiado pelo 'milagre', que não quis se identificar, afirmou que "os caras chegaram atirando na região onde ficam as barracas de carne e depois foram se aproximando mais das pessoas e atirando. Foi onde acertaram um homem e uma mulher. "Depois um cara moreno com um 38 deu um tiro pro lado da esquina, que possivelmente acertou minha mochila", contou. As informações são do G1.

Bala parou em livro acadêmico de aluno que estava em local de chacina em Fortaleza - Foto: Arquivo pessoal
Bala parou em livro acadêmico de aluno que estava em local de chacina em Fortaleza - Foto: Arquivo pessoal

No momento da confusão, o estudante disse não ter sentido o impacto da bala. Ele completa dizendo que só percebeu que sobreviveu graças ao livro "Introdução à Mecânica dos Fluidos" quando organizava a mochila para ir a aula, já nesta segunda-feira, 12. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.