• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Oportunidade Professores brasileiros de língua inglesa vão se aperfeiçoar nos Estados Unidos Participam do programa 479 professores da rede pública de ensino de todo o país

Por: AE

Publicado em: 12/01/2018 13:08 Atualizado em:

O embarque dos professores ocorre nesta sexta-feira (12). Foto: Marcelo Ferreira/CB (Foto: Marcelo Ferreira/CB)
O embarque dos professores ocorre nesta sexta-feira (12). Foto: Marcelo Ferreira/CB
Um programa coordenado por órgãos governamentais brasileiros e norte-americanos está encaminhando para os Estados Unidos (EUA) 479 professores de língua inglesa da rede pública de todos os estados do Brasil. O embarque dos professores ocorre nesta sexta-feira (12).

“O programa é voltado para professores da rede pública e tem uma missão muito especial. Focaliza o ensino do inglês em todo o Brasil e no sistema de educação pública em grandes e pequenas cidades”, disse o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, P. Michael McKinley.

Segundo McKinley, a iniciativa, integralmente financiada pelo governo brasileiro e com apoio da missão diplomática dos EUA no Brasil, tem também o objetivo de promover o diálogo e o entendimento mútuo por meio da educação e cultura entre brasileiros e norte-americanos.

Os participantes do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa – selecionados nacionalmente em processo competitivo, que deu prioridade a professores de estados com mais necessidade de treinamento – irão para 17 universidades norte-americanas: a Georgia; do Kansas; de Michigan; de Missouri; de Ohio; de Portland; de San Francisco; de St. John; de Temple; de Arkansas; de Delaware; de Kansas; de Miami; de Missouri, Kansas City; da Carolina do Norte, Charlotte; do Texas, Austin; e de Iowa.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), fundação vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Comissão Fulbright, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e o Departamento de Estado elaboraram o programa para promover o fortalecimento da fluência oral e escrita em inglês, novas metodologias de ensino. Haverá avaliação para incentivar a participação de alunos em sala de aula, estimular o uso de recursos online e outras ferramentas na formação continuada de professores e na preparação de planos de aula.

Os participantes do programa também terão a oportunidade de conhecer in loco a história e a cultura dos EUA para que isso se torne parte do currículo do ensino da língua inglesa no Brasil. Ao término do treinamento, os professores terão concluído um plano de ação na área de ensino do idioma para ser implementado em suas escolas e comunidades, resultando assim em um efeito multiplicador.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.