• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tentativa de acordo » USP aprova reajuste de 5,2% para professores e funcionários em greve

Agência Brasil

Publicação: 02/09/2014 21:49 Atualização:

Para tentar pôr um fim à greve na Universidade de São Paulo (USP), que já dura 98 dias, o Conselho Universitário da instituição aprovou nesta terça-feira (2) uma proposta de reajuste, a professores e funcionários, de 5,2%, que é a inflação medida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Se aceito pelas entidades de classe, o aumento será pago em duas parcelas, no próximo mês e em janeiro de 2015. Amanhã, representantes da reitoria apresentarão a proposta aos sindicatos de professores e de funcionários.

De acordo com o reitor da USP, Marco Antonio Zago, a proposta só foi possível em razão do plano de demissão voluntária (PDV), também aprovado hoje. A economia de recursos com o PDV ainda não começou, "mas já nos dá uma perspectiva de economia, de tranquilidade". Segundo o reitor, o plano de demissão voluntária poderá atingir até 1,7 mil servidores, o que reduzirá a folha de pagamento da USP em torno de 7%.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.