• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Agressão em piquenique » Mulher é atacada por macaco-prego durante passeio em Brasília

Correio Braziliense

Publicação: 21/08/2014 09:53 Atualização:

A bancária Márcia Maitelli, 50 anos, foi mordida no braço direito por um macaco-prego (Cebus apella), na Água Mineral, enquanto lanchava com uma amiga, sentada em uma toalha de piquenique. Na última terça-feira (19/8), por volta das 11h30, as duas conversavam quando quatro animais da espécie se aproximaram. Um deles tentou levar a bolsa de Márcia. Ela, por instinto, puxou o objeto, quando foi atacada pelas costas por um deles, que a mordeu. Ao ouvir os gritos, alguns visitantes chegaram perto e os espantaram. Esse é a nona agressão de pessoas por algum tipo de bicho, desde janeiro. Até junho, o parque recebeu 112 mil usuários.

Uma das reclamações da bancária é sobre a falta de informações sobre os animais. Ela mora em Brasília há 20 anos, mas visitou o parque pela primeira vez no dia da ocorrência. “Eles se aproximaram da gente pelas árvores. No começo, achamos bonitinho, observamos. Acho que um deles procurava comida na minha bolsa. Eu me assustei com a agressividade deles quando puxei a bolsa”, diz. Imediatamente, um dos funcionários do parque atendeu Márcia e a levou para a enfermaria. Eles lavaram o ferimento e a encaminharam ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Na unidade de saúde, ela tomou quatro vacinas e precisará de mais cinco. “Ainda vou ficar mais cinco dias fazendo curativo. Meu maior medo é de contrair alguma doença”, diz.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.