• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

São Paulo » Monotrilho deve ser entregue dia 23, diz governo Geraldo Alckmin

AE

Publicação: 19/08/2014 15:36 Atualização:

Após inúmeros atrasos, o primeiro sistema de monotrilho da capital paulista deve começar a funcionar no próximo sábado, 23. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 19, pelo secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, que atribuiu a demora a protocolos de segurança necessários para que os trens possam circular. Somente em outubro, mês das eleições, nas quais o governador Geraldo Alckmin (PSDB) é candidato, a linha passará a funcionar todos os dias da semana, em horário comercial.

"A nossa ideia é sexta-feira fechar o assunto para começar a fazer as visitas controladas no sábado e no domingo. O impasse todo está na homologação do trem", explicou Fernandes, após visita à Estação Palmeiras-Barra Funda, na Linha 3-Vermelha, na zona oeste.

Para ser autorizada a rodar com passageiros, disse o dirigente, a composição precisa passar por 300 horas de testes, feitos por engenheiros para aferir os parâmetros técnicos do trem. "Depois dessas 300 horas, vem um termo de segurança. É isso o que a Bombardier (fabricantes das composições) não tem ainda."

Além disso, o secretário afirmou que a operação com passageiros só começará quando as duas vias do monotrilho -- que são suspensas e ficam a cerca de 15 metros do chão -- estiverem prontas. "A via número um teve um curto-circuito um mês atrás. Consertar é rápido, mas aí você tem que fazer o reset do computador."

Quando as Estações Vila Prudente e Oratório do monotrilho passarem a funcionar, estará inaugurada a sexta linha metroviária da capital paulista. O ramal terá a denominação de Linha 15-Prata e ficará integralmente na zona leste da cidade.

A Companhia do Metropolitano já está administrando a Linha 15 entre as 9h e as 14h, diariamente. No restante do dia, a quem assume o ramal é a empresa Bombardier, para continuação dos ajustes finais. Durante o mês de setembro, o ramal só operará em sábados e domingos, em horários restritos e gratuitamente. "O desconto que estamos dando é que é a primeira vez que rodam um monotrilho desta dimensão."

A gestão Alckmin prometia abrir a Linha 15-Prata no ano passado. O prazo foi adiado para o início de 2014 e, desde então, adiado diversas vezes. A última promessa era entregar o ramal, que no começo terá apenas 2,9 km de extensão, em 26 de julho, o que não se concretizou.

Quando a Linha 15 estiver pronta, terá 26,6 km e 18 estações, ligando a Vila Prudente à Cidade Tiradentes, ambas na zona leste. Ela custará R$ 6,4 bilhões.

Linha 4

Outras duas estações do Metrô devem começar a funcionar ainda este ano, segundo o governo Alckmin. A primeira, Fradique Coutinho, tem previsão de abertura para 25 de setembro, afirmou o secretário Fernandes. A outra é a Oscar Freire, que deve abrir de acordo com o próprio Alckmin, mais no fim do ano (Fernandes, porém, admitiu que essa parada pode abrir as portas só no início de 2015). Ambas ficam na Linha 4-Amarela.

"Fradique Coutinho está a pleno vapor. Estamos lá com 150 homens só trabalhando na parte de energia e sinalização. A parte de portas de plataformas já está instalada, está andando. É um trabalho de concentração.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.