• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Guerra da água » Aneel diz que Cesp cometeu infração ao descumprir ordem de aumentar vazão

Agência Brasil

Publicação: 19/08/2014 15:29 Atualização:

A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) cometeu infração ao ter descumprido despacho do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) que determinava o aumento da vazão da Usina Hidrelétrica Jaguari, no Rio Paraíba do Sul. A avaliação foi manifestada hoje (19) pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino.

Ao reduzir a vazão de Jaguari, a companhia reduziu também o fluxo de água no Rio Paraíba do Sul, que abastece o Vale do Paraíba e parte do estado do Rio de Janeiro. “Certamente o fato de a Cesp ter descumprido o despacho [do ONS], já está caracterizando uma infração. Portanto, está sujeita às penalidades. Agora, se descontinuar essa prática, e isso for observado, não deixará de ser um atenuante”, disse Rufino. “Mas ela não está isenta de punição”, acrescentou.

Rufino explica que a infração da Cesp foi “ter deixado de observar o despacho do ONS”, o que, segundo ele, configura “uma situação inédita e grave”. A Cesp já havia sido criticada pelo mesmo motivo, quarta-feira (13) passada, pelo diretor-geral do ONS, Hermes Chipp. Segundo o dirigente, ao desrespeitar o comando, a Cesp desrespeitou determinação que visa a um benefício global, e não o de um ou outro agente.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.