• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

São Paulo » Motorista de Mustang que matou motoboy é identificado

AE

Publicação: 10/08/2014 21:56 Atualização:

A Polícia Civil identificou o motorista de um Mustang preto que atropelou e matou um motoboy no Itaim-Bibi, região nobre da zona sul da capital paulista, na manhã de sexta-feira, 08. Segundo o delegado do 15.º DP, Marco Aurélio Florid de Batista, o advogado do suspeito foi à delegacia na tarde do mesmo dia e disse que o motorista, que não teve o nome divulgado, está "abalado psicologicamente" e vai se entregar nesta semana.

O motoboy Aroldo Pereira de Oliveira, de 30 anos, morreu após ser atingido pelo Mustang no cruzamento da Avenida Presidente Juscelino Kubitschek com a Rua Professor Atílio Innocenti. A colisão foi por volta das 6h30 de sexta-feira.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Oliveira estava trafegando em sua moto na avenida, no sentido centro, quando, no sentido oposto, o motorista do Mustang fez uma conversão à esquerda, com o semáforo vermelho, em direção à Rua Professor Atílio Innocenti.

Segundo testemunhas que prestaram depoimento à polícia, o motorista do Mustang não parou para prestar socorro. O veículo foi abandonado a três quarteirões do local do acidente, na Rua Lopes do Amaral.

Vítima

Oliveira chegou a ser levado até o Hospital São Paulo, mas não resistiu e morreu. Familiares da vítima disseram, em entrevista à Rede Record, que o motoboy estava a caminho do trabalho no momento do acidente. Pela manhã ele fazia entregas para uma padaria e no restante do dia trabalhava em uma companhia aérea no Aeroporto de Congonhas, também na zona sul.

Segundo o delegado, um inquérito já foi aberto para investigar o caso. "A princípio ele está sendo investigado por homicídio culposo (sem intenção), omissão de socorro e fuga do local do acidente." Batista explicou que vai apurar se o motorista teve culpa no acidente se ele não se importou com o resultado da colisão antes de concluir os motivos do indiciamento.

O delegado aguarda o resultado da perícia feita no carro para checar a velocidade em que o Mustang trafegava e como ocorreu o acidente. Segundo Batista, o advogado não explicou por que o motorista fugiu do local do crime e não prestou socorro. O advogado afirmou ao delegado que o motorista promete que vai se entregar no início desta semana.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.