• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

De volta pra casa » Menino atacado por tigre no Paraná tem alta

Agência Estado

Publicação: 06/08/2014 22:14 Atualização:

Após uma semana, o menino de 11 anos atacado por um tigre no zoológico de Cascavel, região oeste do Paraná, recebeu alta nesta quarta-feira, 6, por volta das 18 horas. Ele estava internado na ala pediátrica do Hospital Universitário da cidade.

Segundo a assessoria do hospital, o garoto foi acompanhado por uma equipe médica formada por diversos especialistas, entre eles ortopedistas, pediatras e psicólogos. O garoto, que teve o braço direito amputado na altura do ombro, deixou o hospital por uma saída nos fundos do prédio.

A mãe do menino, Mônica Carvalho, informou que nesta quinta-feira, 7, voltará para São Paulo, onde a família mora. "Ele está bem, está se virando sozinho. Agora é concluir a recuperação em casa", disse. Segundo ela, o temor do filho era que o tigre fosse sacrificado - hipótese que sequer chegou a ser discutida pelo zoológico, mas foi debatida nas redes sociais.

Antes de retornar para São Paulo, o menino será submetido a exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal em Cascavel. Nesta terça-feira, 5, o tigre, chamado de Hu, voltou a ser exposto aos visitantes no zoológico de Cascavel, depois de cinco dias de confinamento. De acordo com a direção do zoo, a medida foi preventiva.

Investigação

Também nesta terça, o delegado Denis Merino, responsável pelo inquérito, ouviu o depoimento de quatro funcionários do zoológico. Até sexta-feira, 8, outras testemunhas devem prestar esclarecimentos. A expectativa é pelo depoimento do pai do garoto, Marcos do Carmo Rocha. No dia do acidente, ele chegou a ser detido pela polícia, mas foi liberado depois de prestar esclarecimentos sobre o acidente.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.