• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tecnologia » Polícia Civil recebe denúncias por aplicativo para smartphone Iniciativa ajudou a prender 10 cambistas no Mundial e a reconhecer um homicida em Ceilândia

Correio Braziliense

Publicação: 06/08/2014 10:23 Atualização:

A corporação tenta se aproximar da população com o canal on-line. Foto: Roberto Castro/Agência Brasília
A corporação tenta se aproximar da população com o canal on-line. Foto: Roberto Castro/Agência Brasília
A população conta com mais um canal de comunicação para fazer denúncias. A Polícia Civil do Distrito Federal inaugurou o serviço por meio do WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas para smartphones.

Dessa forma, é possível enviar textos, fotos e vídeos à corporação. A corporação informou que solucionou, até agora, pouco mais de uma dezena de casos após receber informações pelo aplicativo. Prendeu cerca de 10 cambistas na Copa do Mundo e identificou um acusado de homicídio em Ceilândia, com auxílio de imagens encaminhadas. “É um novo serviço, que agrega ao já consolidado 197”, explicou a PCDF, por meio da assessoria de Comunicação.

O consenso entre os internautas é que a medida, caso seja utilizada da forma correta, aproximará a população da Polícia Civil. O vendedor Ricardo Pacheco dos Santos, 25 anos, utilizou o WhatsApp da Polícia Civil há três semanas. Ele viu um carro abandonado em um estacionamento da QNL 1, em Taguatinga, e suspeitou de roubo. Descreveu o modelo, a cor e a placa, em texto. “Quanto mais recursos interativos a polícia tiver, mais poderemos ajudar na solução dos crimes”, avaliou.

Como funciona

1. Baixe o WhatsApp em seu smartphone

2. Mande vídeo, foto ou texto para 8626-1197 com a denúncia

3. O material é enviado para a Delegacia Eletrônica (Dicoe)

4. A equipe repassa para a delegacia responsável pela área

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.