• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Olimpíadas » Obras do laboratório de controle de dopagem terminam em setembro, diz secretário

Agência Brasil

Publicação: 04/08/2014 20:35 Atualização:

As futuras instalações do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (Ladetec), no Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, na zona norte do Rio, serão entregues em setembro. A informação é do secretário executivo do Ministério do Esporte, Luiz Fernandes. Depois disso, o governo federal vai defender a nova acreditação do laboratório, descredenciado em agosto de 2013 pela Agência Mundial Antidoping por falhas nos exames de controle de dopagem.

"Para isso, estamos contando com a consultoria da equipe que operou o laboratório de controle de dopagem em Londres, e ela nos ajudará na gestão dessa estrutura física. Nos encontraremos, a partir de setembro, em situação mais avançada do que estava Londres na preparação para os Jogos Olímpicos de 2012", comparou Fernandes durante entrevista coletiva no primeiro dia do Encontro 2014 do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, na sede do comitê, na Cidade Nova, centro do Rio.

Fernandes explicou que as dependências do antigo Ladetec já foram transferidas para as novas instalações e que esta era a pré-condição para dar início ao processo de recredenciamento do laboratório. "Isso já está sendo acompanhado pela Wada [World Anti-Doping Agency] e pelo COI [Comitê Olímpico Internacional] e estamos muito otimistas em relação ao recredenciamento e à plena capacidade de funcionamento do laboratório durante as Olimpíadas", acrescentou.

Segundo o secretário, os técnicos vão analisar a evolução do quadro e os equipamentos que foram instalados junto com as obras do local, mas tudo indica que a aprovação será possível. "[Estou] Absolutamente confiante e otimista. O processo está bem encaminhado e elogiado pela Wada. Eles estão acompanhando o passo a passo. Está bem encaminhado", disse Fernandes à Agência Brasil.

Na avaliação do secretário, o término das obras no Ladetec é um dos dois pontos de destaque no andamento dos projetos que estão a cargo do governo federal na preparação dos Jogos Olímpicos. O outro foi é o Complexo Olímpico de Deodoro, na zona norte do Rio, que era um ponto de preocupação no começo do ano, e onde houve a antecipação em um mês do início das obras. "A grande aceleração das obras para a preparação dos Jogos Olímpicos de 2016 representa uma segurança de que o evento será preparado de forma adequada e em tempo de ser testado em todas as dimensões até a abertura", destacou.

De acordo com o secretário as obras sob responsabilidade do governo federal, bem como de todo o projeto olímpico, estão "absolutamente dentro do prazo". Ele explicou que são dois tipos de obras: as que têm parcerias, especialmente com a Prefeitura do Rio, como o Parque Olímpico da Barra e o  Complexo Olímpico de Deodoro, onde há gestão conjunta da obra, mas a execução direta é de responsabilidade da prefeitura. No outro tipo, os investimentos diretos são do governo federal e aí está incluído Ladetec. "Do nosso ponto de vista estão todos dentro do prazo e a situação é de confiança em relação a entrega de tudo o que é necessário para a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos", avaliou.

Fernandes não acredita que o processo eleitoral vá interferir na execução das obras. "É um compromisso do Estado brasileiro. O cronograma já está estabelecido, as linhas de financiamento garantidas, o orçamento identificado, parte dele já executado. Portanto, não há porque ter qualquer interrupção, qualquer que seja o resultado das eleições em outubro e novembro", disse.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.