• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Solidariedade » Brasilienses se sensibilizam e ajudam criança de 10 anos com 2m de altura Família de garoto de 10 anos que sofre de gigantismo e que mora no Pedregal recebeu mais de 50 ligações de pessoas que se comovem com a história e ofereceram doações, como roupa e comida

Correio Braziliense

Publicação: 01/08/2014 09:43 Atualização:

Foto: Carlos Moura/CB/D.A. Press
Foto: Carlos Moura/CB/D.A. Press
A história de Sérgio Gabriel Ribeiro comoveu o brasiliense. Segundo parentes do menino de 10 anos e que mede 2m, muitas pessoas entraram em contato para tentar ajudar a criança. Ricardene Barreira Ribeiro, 47 anos, mãe do menino, conta que desde a publicação da reportagem no Correio/Diario, o seu telefone não para de tocar. Ela afirma que até as 17h de ontem recebeu, no mínimo, 50 ligações.

“Tem muita gente ligando, oferecendo ajuda, dinheiro, alimentos. Eu fiquei impressionada”, afirma. Falar com ela não é fácil: o tom de ocupado se torna comum para aqueles que tentam entrar em contato e é preciso ligar mais de três vezes para conversar com Ricardene. Durante a conversa, é possível ouvir o som insistente de uma ligação em espera.

Jorge Abdulllah Fernandes, 31 anos, é uma das pessoas que quer ajudar e ligou insistentemente para o número. “Está difícil falar com eles, mas eu não vou desistir de entrar em contato”, afirmou o intérprete. Momentos depois, no fim da tarde de ontem, ele conseguiu falar com Ricardene. Jorge mede 1,97m e conta que se identifica com o garoto, pois, durante a infância, sofreu muito para conseguir roupas e sapatos. “Um senhor, dono de uma fábrica de sapatos, se sensibilizou comigo e fez um calçado tamanho 47 para mim. Eu me senti muito bem e quero fazer o mesmo pelo Gabriel”, diz. O intérprete pretende doar diversas roupas para a criança, incluindo casacos, um sapato e um tênis.

Entre as promessas que mais animaram Ricardene, está a doação de uma cama e de um sapato para o filho. O mais difícil, segundo ela, é conseguir roupas. “Só uma pessoa ligou oferecendo roupas, porque ele é muito grande. Mas um moço que ligou disse ter um parente grande na família e vai dar algumas coisas”, conta, agradecida pela atenção que o filho tem recebido. Agora, Gabriel pode contar também com a doação de Jorge, que pretende visitar a família ainda esta semana.

Doença
Sérgio Gabriel Ribeiro tem apenas 10 anos e já possui 2 metros de altura. A criança sofre de gigantismo, condição que explica o seu tamanho, possui um tumor no cérebro, é hiperativo e foi diagnosticado com retardo mental. A mãe, Ricardene, recebe uma pensão de R$ 700 do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com a qual paga um aluguel de R$ 400 e mantém Gabriel e a outra filha que vive com ele, Vitória Barreira Ribeiro, 13 anos. As roupas do menino são todas frutos de doação. No entanto, devido ao rápido crescimento de Gabriel, não duram muito tempo. Atualmente, Gabriel possui apenas um sapato, tamanho 46, que cabe em seus pés.

Serviço

Quem quiser auxiliar a família de Gabriel pode ligar para (61) 9349-8786

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.