• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Direitos humanos » Cristo Redentor é iluminado em azul em campanha contra o tráfico de pessoas

Agência Brasil

Publicação: 28/07/2014 22:02 Atualização:

O Cristo Redentor ganhou uma iluminação azul na noite de hoje (28), como forma de marcar a campanha Coração Azul, contra o tráfico de pessoas, desenvolvida pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) em vários países.

Relatório lançado pelo governo brasileiro, com dados de 2012, mostra que 547 casos de tráfico de pessoas para trabalho análogo à escravidão ou exploração sexual foram registrados pelo Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF) em operações pelo país. O número é ainda maior, se forem consideradas outras bases de dados oficiais.

A campanha foi lançada no Cristo Redentor pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, que ressaltou o aumento das notificações relativas aos delitos. “Isto mostra que está havendo uma conscientização maior de vítimas ou pessoas que sabem a existência desse crime, no desejo de informar às autoridades, o que tem permitido mais ações. Mas ainda há muito a fazer, pois sabemos que o universo de pessoas vítimas desse crime é muito maior, então precisamos nos esforçar e unir, cada vez mais, em relação a isso”, destacou Cardoso.

O ministro também ressaltou que é preciso aperfeiçoar a legislação penal sobre o tema. “Há projetos de lei que estão em curso no Congresso Nacional justamente para que nós possamos ter uma maior eficácia no enfrentamento desse crime.  Há um projeto que coloca a dimensão normativa do crime de maneira mais adequada. Não só em relação ao tráfico com fins de exploração sexual, mas também para outras formas, como remoções de órgãos, e todas as formas que temos de tráfico”, explicou.

O secretário Nacional de Justiça, Paulo Abrão, também participou da solenidade e ressaltou que uma das conquistas no combate ao tráfico de pessoas foi a redução no número de crianças e adolescentes vítimas. “Elas representavam 60% das vítimas. Hoje são 40% das mulheres entre 10 e 29 anos de idade, sem escolaridade, de cor negra e pobres, que representam a maioria das vítimas do tráfico de pessoas para fins de exploração sexual”, disse.

Segundo Abrão, além do aliciamento sexual, há o tráfico para remoção de órgãos, a adoção internacional, o aliciamento de meninos para jogar futebol no exterior e de meninas para trabalhar como modelos. O Cristo Redentor ficará iluminado de azul até a próxima quarta-feira (30).

Em outras capitais do país também haverá eventos alusivos ao tema. Em Belo Horizonte,  o Obelisco da Praça Sete e o Edifício Bemge receberão iluminação especial. Em Fortaleza, o prédio iluminado será o da Procuradoria Federal do Ministério Público. O relatório completo e a programação da semana de mobilização da campanha podem ser acessados na página do Ministério da Justiça.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.