• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Belo Horizonte » Moradores de prédios ao lado de viaduto que desabou em BH fazem protesto Eles protestaram contra remoção deles dos apartamentos por causa o risco de desabamento da alça norte do viaduto

Pedro Rocha Franco -

Publicação: 26/07/2014 18:31 Atualização: 26/07/2014 18:35

Foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press
Foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press

Mais um protesto mobilizou na manhã deste sábado (26) moradores dos residenciais Antares e Savana, vizinhos ao viaduto que desabou em Belo Horizonte no último dia 03.

Cerca de 100 condôminos voltaram a se manifestar contra as conseqüências da tragédia provocada pela queda do viaduto Batalha dos Guararapes, que provocou a morte de duas pessoas e feriu 23.

Os dois residenciais abrigam 186 famílias, cadastradas pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) com o propósito de removê-las do condomínio onde moram, que fica ao lado do elevado que desabou. Eles serão retirados, de acordo com a PBH, por causa do risco de queda da alça norte do viaduto que caiu. 

Os moradores que protestaram na manhã deste sábado não concordam com a decisão das autoridades municipais. Com cartazes, eles justificaram a resistência com a mudança afirmando que não eram invasores, mas moradores com direito a permancer nos apartamentos. 

Eles também reivindicaram a implosão do que sobrou do viaduto, além da garantia da PBH de não construir outro elevado no local.

No início da tarde deste sábado, a Defesa Civil Municipal divulgou uma nota

Ao contrário de argumentações realizadas durante a manifestação ocorrida nesta data próximo ao Viaduto Guararapes a Defesa Civil de Belo Horizonte esclarece que:

Os moradores serão retirados de suas residências para garantir a sua integridade física;
Os moradores estão sendo informados sobre as ações da Defesa Civil através da presença permanente do posto de comando no local, a disponibilização de telefone exclusivo e pela comissão de moradores.

Os cadastramentos foram concluídos. A logística está sendo finalizada. As famílias serão encaminhadas para hotéis. Os moradores receberam um comunicado com informações relevantes sobre o processo de remoção.

Estão sendo utilizados todos os protocolos e doutrinas de proteção civil recomendados pela ONU que ações implicam no socorro às vítimas e a diminuição dos prejuízos humanos, materiais, econômicos e sociais dos afetados.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.