• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Violência » Marido de vítima teria atirado em ladrão na Vila Olímpia

Agência Estado

Publicação: 24/07/2014 17:18 Atualização:

Um homem morreu baleado na manhã desta quinta-feira (24) após tentar assaltar uma mulher que entrava na oficina de uma concessionária da BMW no número 421 da Rua Gomes de Carvalho, na Vila Olímpia, zona sul da capital paulista. Em uma moto, o criminoso perseguiu a motorista, entrou na concessionária e assaltou seu relógio e celular. Em outro carro, um homem disparou três tiros contra o bandido. As balas acertaram a cabeça, o tórax e o pescoço do assaltante, que morreu na hora.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, o bandido teria perseguido a vítima, uma idosa de idade não divulgada, para roubar um relógio de luxo da marca Breitling. Ela foi abordada pelo bandido assim que entrou com o veículo BMW 320i no corredor principal da concessionária para realizar uma manutenção na oficina.

Ao descer do carro, foi intimada pelo rapaz armado com um revólver, que ainda estava sobre a motocicleta e de capacete. Segundo a polícia, ele chegou a roubar o relógio e um celular, mas quando se virava para sair, foi atingido por três disparos, um deles na nuca.

Ainda segundo a PM, o tiro teria sido feito pelo marido da vítima, que a acompanhava em outro carro já estacionado em frente à empresa. A informação ainda não foi confirmada oficialmente.

Um rapaz que trabalha em uma casa de massagem do outro lado da rua afirmou que, após ter ouvido o primeiro disparo, saiu na calçada e avistou um homem - que seria o marido da vítima - dando outro tiro no corpo do bandido, já no chão e depois saindo do local a pé.

Dois seguranças desarmados trabalhavam na área externa da concessionária e afirmaram não ter visto a ação. Segundo o diretor da unidade, que não quis se identificar, eles costumam monitorar o lado direito da empresa com maior frequência, por ter grande circulação de clientes.

"Foi a primeira vez na minha vida que vi um negócio assim", relatou o segurança Givanildo Ribeiro, de 32 anos, que trabalha há quatro anos no local. O diretor ainda afirmou que a idosa chegou a desmaiar depois da ação e foi atendida por uma viatura do Corpo de Bombeiros.

A loja está interditada desde as 11h. O cadáver do assaltante está coberto ao lado da motocicleta que dirigia. Junto ao corpo, também foram vistos celular, mochila, luvas e um pacote contendo um lençol - a polícia acredita que ele fosse um office boy e estivesse em serviço.

O caso está sendo investigado pelo 96º Distrito Policial (Cidade Monções).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.