• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Desabamento » Vítimas retiradas de escombros de prédio em Aracaju recebem alta

Agência Brasil

Publicação: 23/07/2014 14:57 Atualização: 23/07/2014 15:53

Foto: André Moreira/ Prefeitura de Aracaju/Arquivo
Foto: André Moreira/ Prefeitura de Aracaju/Arquivo
As três vítimas que sobreviveram ao desabamento de um prédio, no bairro Coroa do Meio, em Aracaju, receberam alta do Hospital de Urgência de Sergipe, informou hoje (23) a assessoria da instituição. Um bebê de 11 meses sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu a caminho do hospital.

As quatro pessoas foram retiradas dos escombros com vida por volta do meio-dia de domingo (20), após passar mais de 30 horas soterradas. O edifício de quatro andares, ainda em construção, desabou na madrugada de sábado (19), quando uma forte chuva atingia a cidade. O pai trabalhava na obra e passava a noite no local com a mulher e os dois filhos.

De acordo com o hospital, Vanice de Jesus, de 31 anos, e Josevaldo da Silva, de 24, deixaram o hospital na manhã de hoje. Eles foram conduzidos até a casa de parentes nos bairros Santos Dumont e Jabotiana, pela equipe do Serviço de Remoção Inter-Hospitalar Assistida.

Segundo a equipe médica, os dois apresentavam quadro clínico estável. Durante os três dias de internamento, o casal passou por exames clínicos e de imagem e tratamento de soroterapia. Além dos cuidados clínicos, os pacientes receberam assistência psicológica, da assistência social e nutricional.

A filha do casal, de 8 anos, recebeu alta médica na tarde de ontem (22). De acordo com a equipe médica que acompanhava a criança, o quadro clínico foi considerado estável, o que possibilitou a alta médica, após 48 horas de internação.

A criança seguiu com a tia para casa de parentes. O hospital encaminhará a menina para a continuidade do acompanhamento psicológico ambulatorial, assim como os pais.

O prédio residencial que caiu seria entregue aos proprietários e locatários dentro de dois meses. Segundo o Corpo de Bombeiros, a causa do desabamento será investigada e o laudo deverá ficar pronto em até 30 dias.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.