• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Crime internacional » Ex-Polegar Rafael Ilha é preso com armas em Foz do Iguaçu

Publicação: 22/07/2014 10:25 Atualização: 22/07/2014 12:37

Foto: Facebook/Reprodução
Foto: Facebook/Reprodução

O ex-cantor do grupo Polegar e repórter do programa A Tarde É Sua, da RedeTV!, Rafael Ilha foi preso na tarde desta segunda-feira (21), na aduana da Receita Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Rafael e a mulher foram presos com uma espingarda 12 milímetros, munição e uma arma de choque quando voltavam do Paraguai. As informações são do portal G1.

Segundo a Receita Federal, o casal foi pego tentando burlar a fiscalização da receita passando pela fronteira em dois mototáxis. Na ocasião, os agentes pararam a moto em que Rafael estava. A mulher dele, que vinha logo atrás, tentou dar meia-volta e seguir para o Paraguai de novo, mas foi impedida pelos agentes.

Ao revistar o casal, os agentes da Receita encontraram a espingarda e a munição enrolados em um cobertor que estava com a mulher de Rafael. A arma estava desmontada. Com Rafael, foi encontrada a arma de choque.

Ainda de acordo com informações da Receita Federal, Rafael e a esposa podem pegar de quatro a oito anos de prisão por tráfico internacional de armas. Eles foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal, para que fosse registrado o flagrante.

Trajetória

Rafael Ilha começou quando estreou no meio artístico aos 9 anos, fazendo comerciais. Aos 12, entrou para o grupo Polegar. Conjunto foi montado pelo apresentador de TV Gugu Liberato.

A banda fez bastante sucesso na década de 1990, quando estourou o hit "Dá Para Mim". No auge da fama, aos 17, Rafael namorou a atriz Cristiana Oliveira, nove anos mais velha e a beldade mais em alta da TV na época, como a Juma da novela “Pantanal”, da extinta TV Manchete.

Paralelamente ao sucesso, Rafael usava entorpecentes desde os seus 12 anos. Começou cheirando cola e benzina e logo depois veio a cocaína. Aos 25 anos, viciado em crack e vivendo debaixo de um viaduto em São Paulo, ele foi preso ao assaltar uma mulher para comprar drogas.
Dentre suas internações em clínicas de reabilitação, o cantor ficou famoso por um episódio em 2000, quando, internado e em crise de abstinência, engoliu pilhas.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.