• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Movimento » Em Fortaleza, MTST fecha rodovia no 1º dia dos Brics

AE

Publicação: 14/07/2014 13:37 Atualização:

Cerca de 3 mil pessoas da ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) na Paupina, em Fortaleza, interrompiam no início da tarde desta segunda-feira, 14, o fluxo do trânsito na BR 222. Os manifestantes repetiam frases como "Criar, criar, poder popular!" e "O povo na rua, Ferrentini, a culpa é sua!". O ato é uma reação à ameaça de despejo das famílias da ocupação, anunciada pelo secretário das Cidades do Ceará, Carlo Ferrentini, na última semana.

A manifestação ocorre no primeiro dia da Cúpula de Fortaleza, encontro de chefes de Estado dos Brics, grupo de países formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, na capital cearense.

Em nota, o movimento afirma que o objetivo do protesto é garantir que os acampados fiquem no terreno até o fim das negociações. Nesta terça-feira, 15, a coordenação do MTST vai se reunir com a Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), a Secretaria das Cidades e representantes do Ministério das Cidades na sede do órgão municipal para discutir a questão da moradia.

"O movimento não tem nenhuma intenção de atrapalhar o encontro dos Brics, mas, em resposta ao secretário Ferrentini e a sua ameaça de despejo, pararemos a cidade todos os dias do encontro se for preciso", esclarece a nota da coordenação estadual do MTST.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.