[an error occurred while processing this directive] Estado do Rio inicia despoluição da Baía de Guanabara | Brasil: Diario de Pernambuco
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Meio ambiente » Estado do Rio inicia despoluição da Baía de Guanabara

Agência Brasil

Publicação: 03/07/2014 21:26 Atualização:

As obras para despoluição da Baía de Guanabara vão começar, ainda este mês, pelo sistema de esgotamento sanitário de Alcântara, no município de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito hoje (3) pelo governador Luiz Fernando Pezão, durante solenidade para marcar o início das obras. Com o sistema, o volume de esgoto sem tratamento despejado na baía será reduzido em 800 litros por segundo, o que equivale a aproximadamente 1,2 milhão de litros por dia, de acordo com análise técnica.

“Queremos a baía limpa não só para os jogos olímpicos, mas para a saúde da população”, disse o governador, que também anunciou a ampliação, de 45% para 60% até o fim do ano, na oferta de água. “Às vezes as pessoas ficam olhando [para a Baía de Guanabara] só no lado do município do Rio de Janeiro, mas tem o entorno todo. Temos que avançar muito no tratamento de esgoto daqui. Primeiro foi a água, agora vamos tratar o esgoto”, acrescentou.

O sistema de esgotamento sanitário vai atender a cerca de 230 mil pessoas da região, com custo previsto de R$ 355 milhões para o assentamento de redes e a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Alcântara para tratar esgotos de cinco bairros de São Gonçalo, numa primeira etapa, que deve ficar pronta até o fim do ano, de acordo com mestimativa do governo estadual. Em uma segunda etapa da obra, a ETE ampliará o atendimento a mais sete bairros, beneficiando 450 mil pessoas.

Para o secretário estadual do Ambiente, Carlos Portinho, além de beneficiar a população de São Gonçalo, a construção do sistema também vai permitir que o estado avance no saneamento do entorno da baía.

“São Gonçalo é uma região altamente adensada, com necessidade urgente de rede de esgoto e tratamento. Talvez aqui em Alcântara seja a maior obra do Psam [Programa de Saneamento dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara]. Nós vamos avançar com a interligação das redes nas residências e a conclusão da estação de tratamento, o que vai beneficiar, além da população, a Baía de Guanabara, que hoje recebe muitos resíduos”, declarou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.