• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polícia » Médico cubano é indiciado em Goiás

Agência Estado

Publicação: 26/06/2014 22:13 Atualização:

O médico cubano suspeito de abusar sexualmente de quatro pacientes grávidas foi indiciado pela polícia de Luziânia, cidade goiana do entorno do Distrito Federal. A delegada que acompanha o caso, Dilamar de Castro, avalia que o profissional, integrante do Programa Mais Médicos, abusou da confiança das pacientes para praticar os crimes.

O Ministério da Saúde afirmou, em nota, que está acompanhando o caso, que afastou o profissional das atividades e que está colaborando com as investigações da polícia. Assim que as denúncias vieram à tona, um processo administrativo também foi aberto. O pagamento da bolsa do profissional está suspenso, de acordo com o Ministério da Saúde, desde maio, quando as gestantes procuraram a Polícia Civil para denunciar o cubano. Além do médico acusado, outros 17 profissionais recrutados no Mais Médicos trabalham na cidade.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: adilson santos
0BSERVE QUE O ERRO DE UM PROFISSIONAL NÃO ACARRETA EM OUTROS. ENTENDO QUE DEVE SER PUNIDO ESTE MÉDICO, E CONTINUAR COM AS MESMAS MEDIDAS ADOTADAS PELO MINISTÉRIO DA SAUDE. ACOS | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.