• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Torcida » Torcida azul e branca da Argentina vai tomar conta das ruas do DF Os hermanos esbanjam confiança na classificação para as quartas de final, previstas para 5 de julho em Brasília

Correio Braziliense

Publicação: 26/06/2014 09:51 Atualização:

Torcedores argentinos tomaram ontem as ruas de Porto Alegre para o duelo contra a Nigéria: cena parecida pode acontecer na capital nas quartas. Foto: Lucas Uebel/AFP
Torcedores argentinos tomaram ontem as ruas de Porto Alegre para o duelo contra a Nigéria: cena parecida pode acontecer na capital nas quartas. Foto: Lucas Uebel/AFP

Confiança é algo que sobra na torcida argentina. Se depender dos hermanos, a seleção deles não terá problemas para erguer a taça do Mundial após 28 anos. Além da esperança, às vezes confundida com soberba, a paixão pelo futebol e pelo time de Lionel Messi garantirá o bilhete de embarque dos argentinos para as quartas de final, previstas para 5 de julho, no Estádio Nacional de Brasília Mané Guarrincha. Mesmo antes da partida das oitavas, os vizinhos apostam alto na classificação.

No último jogo da Argentina na fase de grupos, realizada ontem no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, dos mais de 48 mil torcedores presentes, cerca de 30 mil eram argentinos que compraram os ingressos naquele país. Outros tantos — estimativa de 70 mil — estavam na capital gaúcha apenas para apoiar a seleção platina. Segundo informações da Fifa, a Argentina é o terceiro país que mais comprou ingressos para as partidas do Mundial. Perde apenas para Brasil e Estados Unidos. No total, são 62.509 bilhetes vendidos até o momento.

Depois de 40 horas de viagem de ônibus direto de Buenos Aires, o advogado Norberto Blanco, 27 anos, chegou ao Brasil no começo de junho para acompanhar a equipe e o ídolo Messi. Para ele, participar de uma Copa é um sonho realizado. “Nunca a Seleção havia despertado tanta paixão em mim. Pelo menos, nunca com essa euforia. Ir ao estádio é uma mistura de adrenalina, patriotismo e emoção. A minha mãe fala que estou louco”, brincou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.