• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Turista inglês é barrado por viajar sem passaporte na BR-040 O estrangeiro foi autuado pelo crime de 'deixar de apresentar documentação à autoridade quando solicitado' e perderá o jogo entre Inglaterra e Costa Rica, no Mineirão

Luana Cruz -

Publicação: 24/06/2014 12:09 Atualização:

Um turista inglês que viajava de carro com amigos do Rio de Janeiro para Belo Horizonte foi barrado em Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas, porque estava sem o passaporte. Ele viajava com três colegas para assistir a partida entre Inglaterra e Costa Rica, no Mineirão, mas vai perder o jogo da Copa do Mundo.

Segundo a PRF, o grupo seguia em um Fiat Ideia quando foi parado no posto de fiscalização da BR-040. Conforme a polícia, o estrangeiro tem o documento, mas não estava portando porque deixou no Rio, assim acabou retido e encaminhado para a sede da Polícia Federal (PF).

O inglês ficou no posto de unidade de Atendimento Integrado (UAI), em um shopping da cidade, onde funciona o serviço ao estrangeiro, enquanto colegas voltavam ao Rio para buscar o documento. Como o atendimento ocorre apenas em horário comercial, somente agora pela manhã o inglês será ouvido pelo delegado da PF, portanto, perdeu o horário do jogo na capital.

O inglês não se livrou de autuação. Ele foi flagrado pelo crime de “deixar de apresentar documentação à autoridade quando solicitado”, previsto na Lei do Estrangeiro. De acordo com o delegado Cláudio Dornelas, o turista é obrigado e portar o passaporte para que seja identificado em abordagens ou em algum acidente.

O delegado ainda vai verificar se o inglês tem situação legal para continuar no país ou se está irregular - o que motivará a saída do turista em três dias.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.