• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Buscas » Tenente da Aeronáutica entra no cadastro de desaparecidos da Interpol Mirian Márcia Rodrigues Tavares sumiu em maio deste ano, em BH. A partir de agora, ela será procurada em 190 países

Cristiane Silva

Publicação: 24/06/2014 12:00 Atualização:

A partir de agora, a foto, nome completo e outros dados da oficial estão disponíveis no site da organização, com alerta internacional. Imagem: Interpol/Reprodução
A partir de agora, a foto, nome completo e outros dados da oficial estão disponíveis no site da organização, com alerta internacional. Imagem: Interpol/Reprodução

A tenente da Aeronáutica Mirian Márcia Rodrigues Tavares, de 42 anos, desaparecida desde maio deste ano, integra agora o cadastro de desaparecidos da Interpol. Natural de Varginha, Sul de Minas, ela foi vista pela última vez no dia 3 de maio, flagradas pelas câmeras de segurança de uma agência bancária de Belo Horizonte, onde morava há sete anos.

O irmão da tenente, o radialista Pérsio Henrique Tavares, foi quem entrou em contato com a Polícia Federal para ter informações sobre como inserir Mirian na chamada “Difusão Amarela”, da Interpol. A partir de agora, a foto, nome completo e outros dados da oficial estão disponíveis no site da organização, com alerta internacional para que ela possa ser procurada em aeroportos e outros territórios. A Interpol tem alcance em 190 países.

Os parantes de Mirian também não deixaram de fazer buscas por conta própria. A última viagem aconteceu recentemente. “Nós estivemos na Bahia na semana anterior à Copa. Fomos procurá-la em locais onde gostava de ir, mas não achamos nada. Divulgamos, fizemos um BO lá”, explica Pérsio Tavares. Ele também conta que recebeu uma ligação do Ministério da Justiça após pedir ajuda no site do governo federal, ainda em maio. “Sexta-feira agora o Ministério da Justiça entrou em contato comigo querendo saber qual a delegacia, o contato do delegado para se inteirar do assunto, e ainda estou aguardando uma resposta”.

A família também criou uma página no Facebook (Desaparecida – Mirian), para pedir informações, divulgar imagens e outras informações sobre o caso.

Entenda o caso

A tenente Mirian dividia um apartamento com uma amiga, também militar, no Bairro Prado, Região Oeste de Belo Horizonte. Ao retornar de uma viagem ao interior de Minas, no dia 5 de maio, ela chegou em casa e encontrou uma carta da tenente. No texto, ela dizia que estava triste e que iria para a estrada, porque gostava de viajar. No dia do desaparecimento, ela fez uma transferência para a conta bancária de uma irmã.

Familiares montaram uma força tarefa e fizeram buscas por lugares que ela costumava visitar na Região Metropolitana de BH, mas não tiveram sucessos. Um helicóptero da Polícia Civil também rastreou rodovias e áreas de vegetação.

O caso é investigado pelo delegado Tiago Saraiva, da Delegacia Especializada em Localização de Pessoas Desaparecidas de Belo Horizonte. Quem tiver alguma informação sobre a tenente, deve ligar para o Disque Denúncia 181, ou 197, 190 ou 0800 2828 197.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.