• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Repercussão » Imprensa estrangeira destaca problemas com greve dos metroviários em SP Imprensa estrangeira destaca os problemas decorrentes da greve dos metroviários em São Paulo dias antes da abertura do torneio. Turistas brasileiros no exterior são questionados sobre as manifestações no país

Publicação: 07/06/2014 12:01 Atualização:

A menos de uma semana da abertura da Copa do Mundo, as manifestações grevistas e contrárias ao eventos em várias cidades do país ganham destaque na imprensa estrangeira, que traz alerta sobre a preocupação do governo federal com a segurança e a mobilidade dos turistas. Nas ruas da Europa, é comum brasileiros serem abordados para comentar sobre os protestos às vésperas do Mundial. Ontem, foi a vez de a greve dos metroviários em São Paulo ocupar páginas e sites dos periódicos. A mídia internacional diz, ainda, que a população não está completamente animada com o torneio.

As notícias sobre as manifestações têm repercutido nas ruas da Espanha. Copa do Mundo é sempre assunto tratado com turistas brasileiros, mas não só o futebol. Em Madri, os espanhóis emendam as perguntas sobre o possível campeão do evento com um comentário sobre os atos que acompanham pelos jornais. No bate-papo, ressaltam que ir para as ruas é importante — eles vivem uma série de protestos contra a monarquia —, mas temem pela segurança dos turistas que viajarão para os jogos.

Em Barcelona, os moradores também comentam nas ruas a situação que veem no Brasil. Eles perguntam aos turistas brasileiros se vale a pena ir ao país neste momento ou se é melhor esperar o fim do Mundial. Querem saber a quantas anda a insatisfação dos brasileiros e a expectativa de manifestações nas cidades sedes. Os mais bem informados questionam até a influência que a Copa pode ter no resultados das eleições, em outubro. Diariamente, a imprensa europeia noticia os problemas no Brasil.

“Se fosse há quatro anos, minha rua estaria decorada de verde e amarelo.” Foi com o depoimento de um taxista de São Paulo que o espanhol El País decidiu abrir a reportagem de ontem, que, além de relatar a greve de metroviários na capital paulista, tenta passar ao leitor o clima do país para a Copa. “Se o público está desanimado, o campeonato pode atingir altas temperaturas, devido às dezenas de protestos e manifestações que assolam o país”, ressalta o periódico.

No primeiro parágrafo, o site do jornal descreve o segundo dia de paralisação dos metroviários. “O caos em São Paulo ilustra a dicotomia vivida pelos brasileiros: a população está dividida entre as reclamações dos protestos e as frases de apoio à Seleção”, registra o El País. O site do jornal diz ainda que há manifestação do Movimento Passe Livre, que iniciou a série de protestos de junho passado, marcada para 19 de junho, em meio ao evento.

Cartolas da Fifa
A britânica BBC também publicou ontem reportagem grande sobre a greve em São Paulo. No texto, destacou que dirigentes da Fifa estavam entre os presos nos engarrafamentos quilométricos da cidade. Depois de relatar outros protestos que têm ocorrido no país, a BBC informa que a presidente Dilma Rousseff garantiu que os movimentos não vão impedir a realização do torneio. “Há meses, o Brasil convive com protestos de rua contra o governo e os gastos excessivos dos preparativos para a Copa do Mundo e as Olimpíadas que o Rio de Janeiro sediará em 2016.”

A imprensa francesa destacou que os protestos têm terminado em confronto com a polícia, que geralmente lança bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes. O Le Monde registrou relatos de usuários do transporte público sobre a dificuldade para se locomover na capital paulista.

“O clima tenso é diferente do que a maioria imaginava quando o Brasil garantiu o direito de sediar a Copa, ainda em 2007. Naquela época, os organizadores esperavam que a narrativa dominante seria a de um país ressurgente, com uma Seleção pronta para exorcizar a derrota histórica do Brasil para o Uruguai no Maracanã”, analisa o The New York Times, em reportagem sobre os protestos no país.

“O caos em São Paulo ilustra a dicotomia vivida pelos brasileiros: a população está dividida entre as reclamações dos protestos e as frases de apoio à Seleção”
Trecho de reportagem do jornal espanhol El País
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.