• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Transporte público » Aeroporto do Rio ganha estação com corredor expresso para ônibus

Agência Brasil

Publicação: 04/06/2014 15:23 Atualização:

O Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim/Galeão, na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro, ganhou hoje (4) uma estação de corredor expresso de ônibus. O trecho concluído faz parte do projeto BRT Transcarioca, obra prevista para a Copa do Mundo de 2014. O bilhete pode ser comprado em um guichê no interior do aeroporto e custa R$ 3. Com 39 quilômetros de extensão, o corredor passará por 27 bairros e terá 47 estações.

Com a inauguração, a linha que liga o aeroporto à Barra da Tijuca, zona oeste, vai ser percorrida em cerca de 90 minutos. O passageiro poderá também dirigir-se para a Zona Sul ou para o centro da cidade pelo metrô, a partir da estação Vicente de Carvalho. O serviço vai das 5h às 23h e nesta primeira etapa o ônibus vai parar em apenas quatro estações: Galeão I, Galeão II, Vicente de Carvalho e Alvorada.

O sercretário municipal de transporte, Alexandre Sansão, informou que no primeiro dia já deu para identificar ajustes a serem feitos no serviço. "Vamos antecipar a viagem em Vicente de Carvalho para melhor atender os funcionários do aeroporto [que precisam chegar mais cedo ao trabalho]. O BRT ainda está andando devagar por questão de segurança. Queremos que os usuários das vias, pedestres, demais motoristas e os próprios motoristas do BRT se acostumem com esse sistema", explicou ele. "Ao longo do tempo, vamos ajustar os intervalos para que o tempo de viagem fique em 70 minutos", disse o secretário.

No domingo passado (1), a presidenta Dilma Rousseff veio ao Rio para a inauguração do trecho Tanque e Alvorada, zona oeste, que inclui 19 estações. Desde a inauguração, mais de 300 veículos foram multados e 30 rebocados por irregulares cometidas na faixa exclusiva.

O principal objetivo do projeto é reduzir em mais de 60% o tempo de viagem entre a Barra e o Galeão. De acordo com a prefeitura, a via expressa deve atender a cerca de 320 mil passageiros por dia e 1,5 milhão de pessoas devem ser beneficiadas com os BRTs até 2016. Antes da inauguração, quem quisesse ir ou sair do aeroporto tinha como opção os serviços de táxi ou ônibus executivo, cuja tarifa custa R$13,50.

A Transcarioca custou cerca de R$ 2 bilhões, sendo R$ 1,1 bilhão recursos federais e o restante da prefeitura. Mais de 700 residências foram desapropriadas para a construção do corredor.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.