Penitenciária Nelson Hungria recebe bloqueador de sinal de celular | Brasil: Diario de Pernambuco
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Penitenciária Nelson Hungria recebe bloqueador de sinal de celular

Estado de Minas

Publicação: 03/06/2014 10:46 Atualização:

O governo do Minas anunciou, nesta terça-feira, a instalação de um bloqueado de celular no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Nelson Hungria é a segunda penitenciária mineira a receber a tecnologia, que bloqueia sinal para chamadas, internet e envio de mensagens de todas as operadoras. Em novembro do ano passado, o equipamento já havia sido instalado no Complexo Penitenciário Público Privado (CPPP), em Ribeirão das Neves. A próxima unidade prioritária para receber o bloqueador e a Penitenciária de Francisco Sá, na região Norte de Minas Gerais.

O investimento para instalação do bloqueador na Nelson Hungria foi de R$ 1,6 milhão. A tecnologia funciona 24 horas por dia, em todos os pavilhões da unidade, desde a guarita. Os efeitos ficam restritos aos limites da unidade prisional, sem afetar as áreas vizinhas.

A tecnologia contratada é a chamada jammer, que emite ruídos que impedem que o sinal das torres chegue aos celulares. Os equipamentos começaram a ser testados no complexo no final de abril. Apesar de terem sido feitos vários ajustes, a eficiência dos equipamentos precisa ser constantemente acompanhada, já que qualquer alteração na posição de antena ou na intensidade de sinal de alguma operadora pode acarretar na passagem de sinais de radiocomunicação.

Para garantir a segurança, o monitoramento remoto da nova tecnologia é feito 24h por dia e haverá um sistema que enviará mensagens aos celulares cadastrados informando qualquer anormalidade, como quebra de antenas ou interrupção no funcionamento. Se falhas forem detectadas, a empresa prestadora do serviço será acionada para intervenção. Além disso, uma equipe técnica da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) está sendo capacitada para resolver problemas que podem surgir no dia-a-dia.

Com informações da Agência Minas

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.