• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Segurança pública » Rebelião prossegue em presídio de Aracaju Polícia negocia libertação de 118 familiares e três guardas

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 18/05/2014 14:10 Atualização:

Homem vestido como Batman participa de protesto contra a Copa do Mundo no Rio de Janeiro, em 15 de maio. Foto: Christophe Simon/AFP
Homem vestido como Batman participa de protesto contra a Copa do Mundo no Rio de Janeiro, em 15 de maio. Foto: Christophe Simon/AFP
Detentos de um presídio de segurança máxima de Sergipe negociavam neste domingo com a polícia a libertação de mais de 120 reféns, quase todos familiares de prisioneiros, e permitiram a saída de um guarda.

"Estamos avançando. Já libertaram um guarda, restam três, além dos 118 familiares. Continuamos negociando a libertação dos familiares. Esperamos que isto se resolva durante o dia", afirmou à AFP a advogada Sandra Melo, porta-voz do Complexo Penitenciário Advogado Jacinto Filho (Compajaf), na cidade de Aracaju.

Agora são 118 familiares e três agentes penitenciários mantidos como reféns.

As negociações são lideradas por um capitão da Polícia Militar e contam ainda com um juiz e representantes da Comissão Estadual dos Direitos Humanos, informou Sandra Melo, que representa a Reviver, a empresa privada que coadministra o presídio com governo do estado de Sergipe

A rebelião aconteceu no sábado em um dos quatro pavilhões do presídio, com 123 detentos. As negociações foram interrompidas na noite de sábado e retomadas na manhã de domingo.

A crise acontece a 26 dias do início da Copa do Mundo e em meio a vários protestos por reivindicações salariais e contra os altos custos do Mundial. Sergipe não está entre as sedes do torneio.

Melo explicou que os presos que estavam de forma provisória no presídio e que foram condenados recentemente desejam a transferência para outro local.

"Esta é uma penitenciária de segurança máxima e eles pedem um regime mais flexível.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.