• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Brasília » Manifestantes sem-teto entram em confronto com PMs em protesto contra Copa

Correio Braziliense

Publicação: 15/05/2014 14:57 Atualização:

Cerca de 300 manifestantes protestam contra a Copa do Mundo nesta quinta-feira (15/5) em Brasília. O grupo, do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), também reivindica moradia.

Durante a ocupação do edifício sede da Terracap, o grupo reclamou da ação da PM, pois entre os manifestantes há diversas mulheres com crianças de colo. Os militares utilizaram cassetetes e spray de pimenta, que também atingiram as crianças.

A Polícia Militar informou que a Vara da Infância e Juventude foi acionada para retirar as crianças do protesto. A corporação informou ainda que só fez o uso necessário da força por meios não letais para conter os manifestantes que queriam invadir a Terracap.

"Assim que o grupo chegou ao prédio, a presidência da Terracap se dispôs a dialogar, mas os manifestantes não quiseram. Antes da dispersão, pedimos que as crianças fossem retiradas, mas não houve negociação. Portanto, a responsabilidade sobre as crianças é da mãe ou dos responsáveis que as expõem a situações de risco", afirma o tenente coronel Koboldt.

De acordo com a Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade) da Secretaria de Segurança Pública, os manifestantes se dividiram: outro grupo protesta diante do Palácio do Buriti, sede do governo local.

A Ciade informou que os manifestantes foram até o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha em sete ônibus e duas vans. Da arena, os integrantes do MTST ocuparam uma faixa do Eixo Monumental para marchar até os locais onde realizam os protestos.

Segundo a Ciade, todas as forças de segurança do Distrito Federal foram mobilizadas para acompanhar a a manifestação: polícias civil e militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) e Departamento de Estradas e Rodagem (DER).

Segundo o diretor nacional do MTST, Edson Silva, o grupo é contra "os gastos excessivos da Copa do Mundo" e pede auditoria nas contas da Terracap.

Por volta das 13h seis manifestantes se reuniram com o presidente da Terracap, Abdon Henrique, e com um juiz da Vara da Infância e da Juventude do DF. Eles tentam negociar o fim da ocupação das pessoas concentradas em frente à sede da Terracap.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Edna Sena
Quando o Brasil ainda era candidato pra sediar a Copa, estavam muitos tao empolgados. Por que protestar só agora, depois q se gastou bilhoes? O melhor q tem fazer é receber bem essas pessoas | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.