• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cultura » Brasília realiza 12ª edição do Sesc Festclown

Agência Brasil

Publicação: 08/05/2014 22:07 Atualização:

O objetivo o evento é divertir o público, capacitar artistas que não têm acesso a cursos específicos no país (Joana Lima/DN/D.A Press)
O objetivo o evento é divertir o público, capacitar artistas que não têm acesso a cursos específicos no país
Palhaços de sete países e profissionais de diferentes cidades brasileiras devem se apresentar na 12ª edição do Sesc Festclown, que acontece em Brasília. O festival, que ocorre no Complexo da Funarte, traz 51 apresentações de palhaçaria e arte circense, além de oficinas. Todas as apresentações são gratuitas.

O objetivo o evento é divertir o público, capacitar artistas que não têm acesso a cursos específicos no país e divulgar o trabalhos de grupos e artistas, segundo a organização. Para participar, basta retirar os ingressos uma hora antes do início dos espetáculos. É necessário ter experiência em artes circenses para participar das oficinas.

Para Ivaldo Gardelha, um dos coordenadores do festival, o evento é importante por fomentar a tradicional arte dos picadeiros. “É um projeto que acolhe artista da América Latina e da Europa, que inclui apresentação artística, intercâmbio, palestras, workshops, oficinas, cursos de capacitação. Ele não se resume à apresentação artística, ele tem uma série de desdobramento que o consolida, a cada ano, como projeto dos mais importantes de fomento à arte do circo no Brasil", segundo Gadelha.

O palhaço costarriquenho Pepe Picaporte, que se apresentou na abertura do festival, comemora a participação no evento. “O público foi bem receptível. O meu espetáculo é clown com bobo da corte, é um show de variedades. São cinco espetáculos em um, que juntei para apresentar aqui no Brasil”, disse, destacando que o personagem não usa linguagem falada, o que possibilita que possa ser entendido por todos.

Atawallpa Coelho, peruano que vive em Brasília, onde trabalha com a companhia de circo Rebote Peru Brasil, vai se apresentar pela sétima vez está na Festclown. “O festival é importantíssimo para toda a cultura do Brasil, porque está sempre colocando em evidência tudo que esse povo precisa”, disse o palhaço.

O Sesc Festclow vai até o dia 11 de maio. A expectativa dos organizadores do evento é que, ao todo, 500 mil pessoas confiram as apresentações. A programação completa está disponível no site do Sesc-DF.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.