• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Condenados » Justiça condena três por atear fogo em dentista

Agência Estado

Publicação: 06/05/2014 21:11 Atualização:

A Justiça condenou nesta terça-feira, 6, três acusados pela morte da dentista Cynthia Magaly Moutinho de Souza, de 47 anos, em abril de 2013, em São Bernardo do Campo (SP). O crime ainda teve a participação de um adolescente, que hoje cumpre medida socioeducativa na Fundação Casa. Após invadir o consultório, o grupo jogou álcool no corpo da vítima e começou a pressioná-la. Após saber que Cynthia só teria R$ 20 na conta bancária, o jovem ateou fogo na dentista, que morreu no local.

Após o crime, houve diversos relatos de quadrilhas que atacavam profissionais de saúde. Associações médicas pediram providências do Estado. “As quadrilhas passaram a aterrorizar os subjugados, mediante a ameaça de atear-lhes fogo”, afirmou o juiz Edegar de Sousa Castro.

Ele condenou Victor Miguel Silva e Thiago de Jesus Pereira à pena de 39 anos em regime inicial fechado por roubo seguido de morte (latrocínio) e formação de quadrilha. Jonatas Cassiano Araújo foi condenado a 37 anos e 6 meses de reclusão pelos mesmos crimes. Ainda cabe recurso da decisão.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.