• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Médico acusado de três abortos é ouvido em júri popular

Estado de Minas

Publicação: 06/05/2014 14:31 Atualização:

Deve terminar no fim da tarde desta terça-feira o júri popular do médico William Salume Maia que é acusado de pelo menos três abortos. O julgamento, que é considerado um dos primeiros casos contra profissionais de saúde acusados deste tipo de crime, acontece no no Fórum Rafael Magalhães, em Campo Belo, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. Se condenado, Maia pode pegar até 12 anos de prisão.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a sessão começou às 9h. As testemunhas de defesa e de acusação foram as primeiras a serem ouvidas. Em seguida, foi feita a oitiva do réu. O julgamento agora está em fase de debate, onde o promotor e o advogado de defesa irão defender suas teses.

Conforme a denúncia do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), as três mulheres que comprovaram o aborto passaram pelo procedimento entre 2005 e 2006. Os casos foram denunciados pelas duas secretárias do médico que estranharam que as pacientes faziam no máximo duas consultas e não voltavam mais ao consultório. Os abortos aconteciam na clínica do médico e a curetagem em outro hospital de Campo Belo.

Nas investigações, três mulheres foram identificadas e duas delas confessaram. Conforme o MP, elas narram com riqueza de detalhes como foi o procedimento. Uma delas chegou a dizer que pagou entre R$ 800 e mil reais pelo trabalho.

O médico William Maia e as três grávidas foram denunciadas pelo MP. Porém, apenas o profissional de saúde vai a júri popular, pois as mulheres foram excluídas do processo, uma vez que houve a prescrição do crime, reconhecida pela Justiça. O profissional nega o crime. Ele chegou a ser suspenso do exercício da medicina, mas conseguiu na Justiça o direito de voltar a trabalhar. Um dos argumentos é que os fatos ocorreram em 2005 e 2006 e não havia informações de que ele continuava a praticar os crimes até este ano.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.