• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Caso Bernardo » Quebra do sigilo bancário de suspeitos

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 22/04/2014 09:50 Atualização:

A quebra do sigilo bancário do pai e da madrasta de Bernardo Boldrini, de 11 anos, encontrado morto no Norte do Rio Grande do Sul, foi pedido pela Polícia Civil. O médico Leandro Boldrini e sua mulher, a enfermeira Graciele Ugolini Boldrini, estão presos por suspeita do assassinato, bem como a assistente social Edelvania Wirgsnovickz, amiga do casal. De acordo com a investigação, o garoto foi morto no dia 4 de abril com uma injeção letal. O corpo foi encontrado só 10 dias depois.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.