• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Locutor » Corpo de Luciano do Valle será velado e sepultado em Campinas

Publicação: 20/04/2014 08:52 Atualização: 20/04/2014 16:57

Foto: Jaqueline Maia/DP/D.A Press/Arquivo
Foto: Jaqueline Maia/DP/D.A Press/Arquivo

O corpo do locutor Luciano do Valle será velado neste domingo, em Campinas, na Câmara Municipal da cidade. O sepultamento também será realizado no município do interior paulista, no cemitério Parque Flamboyant, às 16h de hoje.

 

Luciano do Valle morreu neste sábado aos 66 anos, vítima de infarto. O locutor teve uma morte súbita quando viajava de avião de São Paulo para Uberlândia, onde iria transmitir o jogo entre Atlético-MG e Corinthians, pela primeira rodada do Brasileirão.

O jornalista da Band chegou a ser encaminhado para o Hospital Santa Genoveva, na cidade mineira, e teve a morte confirmada às 16h15. Segundo informações do médico cardiologista Roberto Botelho, que estava no voo e prestou os primeiros socorros, Luciano morreu sem sofrer. "O que ele apresentou é chamada de morte súbita, ela acontece menos de uma hora quando começam os sintomas", informou.

Responsável por comandar as atrações esportivas da Rede Bandeirantes durante grande parte da carreira - de 1983 a 2003 e de 2006 até os dias atuais, Luciano do Valle marcou época entre os narradores esportivos do país. Além de narrar futebol, ele foi um dos grandes ícones da divulgação de esportes olímpicos, vôlei, boxe, basquete e até transmissões de Fórmula 1.

 

História

O narrador começou a carreira na década de 70 em emissoras de rádio e televisão. Ele passou por grande emissoras como Rede Globo, Rede Record e atualmente trabalhava na Rede Bandeirantes, em sua segunda passagem pela empresa. Além de se especializar em narração de futebol, ficou famoso por transmitir a Fórmula 1, quando Emerson Fitipaldi participava da categoria.

Durante a sua carreira, ganhou o apelido de Luciano do Vôlei por promover a seleção do esporte. No seu trabalho vários ídolos surgiram, como os jogadores Bernard, William, Montanaro e Renan, que ficaram conhecidos como a Geração de Prata.

Na sua carreira, mostrou conhecimento para narrar vários esportes. Tanto que cobriu lutas de boxe e lançou o lutador Maguila.

 

 

 

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: marcos antônio
O restaurante Canto da Barra, que hoje não mais existe e era localizado em Jaboatão dos Guararapes, em Barra de Jangada, servia um prato muito apreciado pelos bons gourmets: LAGOSTA À LUCIANO DO VALLE. A receita? Ele levou junto. Perda insubstituível. Segura na Mão de Deus e vai, Luciano. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.