• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investigação » Mulher presa confessa que recebeu dinheiro pela morte de Bernardo A assistente social Edelvânia Wirganovicz confessou participação na morte do garoto de 11 anos

Publicação: 19/04/2014 21:26 Atualização: 19/04/2014 21:49


A assistente social Edelvânia Wirganovicz suspeita de envolvimento na morte de Bernando Boldrini, 11 anos, que foi encontrado morto em Frederico Westphalen (RS), confessou à policia que recebeu R$ 6 mil da madrasta do garoto pela participação no crime. A assistente social relatou que teria usado o dinheiro para pagar uma parcela de um apartamento.

De acordo com informaçaões policiais, Edelvânia relata que Bernardo foi morto com uma injeção letal. Ela é amiga da madrasta, a enfermeira Graciele Ugulini, e afirma que o pai da criança, o médico Leandro Boldrini, não sabia do homicídio.

Bernardo foi assassinado no dia 4 de abril. O corpo do garoto foi encontrado enterrado em um saco plástico, em um matagal na beira de um rio, no município de Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul.

Com base nos depoimentos colhidos a delegada responsável pelo caso, Caroline Bamberg Machado, ainda investiga qual seriam as motivações do trio para o assassinato. Perícias finais são aguardadas para indicar o desfecho caso.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.