• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Copa do Mundo » Odebrecht entrega Itaquerão ao Corinthians para eventos de teste

Agência Brasil

Publicação: 15/04/2014 13:27 Atualização:

O estádio do Corinthians, que abrigará o jogo de abertura da Copa do Mundo no dia 12 de junho, foi entregue nesta terça-feira (15), simbolicamente, pela construtora Odebrecht ao clube. A partir de agora, será feita a verificação de funcionamento de equipamentos e, em seguida, serão providenciadas eventuais correções. Ainda falta concluir a montagem das arquibancadas provisórias, que eleva a capacidade da arena em 20 mil lugares, a qual está sob responsabilidade da Fast Engenharia. A previsão de entrega é entre os dias 10 a 15 de maio. O clube deve entregar o estádio para a administração da Federação Internacional de Futebol (Fifa) no dia 26 de maio.

Até a entrega, o Itaquerão, como o estádio é conhecido, passará por pelo menos quatro eventos de teste, um deles o jogo Corinthians e Figueirense pelo Campeonato Brasileiro, no dia 17 de maio. O primeiro evento, segundo o conselheiro do clube Andrés Sanchez, que comanda a obra pelo Corinthians, ocorrerá no final deste mês. “Desde que as autoridades - bombeiros, Ministério Público, prefeitura - liberem as autorizações, que já estão muito próximas, vamos fazer um evento já no dia 26 [de abril] com 5 mil crianças das escolas municipais das redondezas”, apontou.

O evento seguinte, um jogo entre funcionários da Odebrecht que trabalharam na obra, será no dia 1° de maio com um público estimado em 7 mil pessoas. No dia 10, um jogo do Corinthians, disputado entre jogadores do próprio clube, contará com 20 mil a 25 mil pessoas. “Se tiver tempo e a Fifa desejar, podemos fazer mais um jogo antes de entregar definitivamente”, declarou. A vice-prefeita Nádia Campeão informou que as obras da praça de acesso ao estádio será entregue no final deste mês

Esses eventos de teste devem ser acompanhados pelo Ministério Público Estadual, que verifica o cumprimento de medidas de segurança no estádio a partir de informações prestadas pelo Corpo de Bombeiros. Na última semana, o MP reuniu-se com representantes do clube, da construtora e dos Bombeiros, para ser apresentado ao projeto que será vistoriado pelos órgãos. A construtora garante que as exigências estão sendo cumpridas.

Durante a cerimônia de entrega do estádio, a morte de três operários durante a construção foi lembrada. No dia 27 de novembro de 2013, um guindaste que sustentava uma peça de 420 toneladas desabou atingindo dois operários. Em março deste ano, outro trabalhador morreu ao cair de uma altura de 8 metros, quando trabalhava na montagem da arquibancada provisória. Em razão dessa morte, as obras foram interditadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e só foram liberadas no dia 11 de abril.

“Não há nada oficial do porquê de o guindaste haver tombado. O laudo oficial está sendo feito pelo IPT [Instituto de Polícia Técnica]. Fizemos, paralelamente, estudos e a única certeza que temos é que não foi [problema com o] solo”, declarou Antônio Gaviolli, porta-voz da Odebrecht.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.