• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Morte do ajudante de pedreiro » Justiça do Rio de Janeiro interroga mais 10 réus do caso Amarildo Os acusados serão julgados pelos crimes de tortura, ocultação de cadáver, fraude processual e formação de quadrilha

Agência Brasil

Publicação: 15/04/2014 10:30 Atualização:

Mais acusados na ação que investiga o desaparecimento do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza serão ouvidos no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro a partir das 10h desta terça-feira (15/4). Ao todo, 25 policiais são réus no processo e 15 já foram interrogados nas audiências anteriores.

Na última sexta-feira (11/4), oito policiais foram ouvidos. Os réus são acusados de crimes de tortura, ocultação de cadáver, fraude processual e formação de quadrilha. O caso está sendo julgado na 35ª Vara Criminal da Capital. Testemunhas de defesa e acusação já foram ouvidas.

O desaparecimento do ajudante de pedreiro foi em julho de 2013 na favela da Rocinha, onde há uma Unidade de Polícia Pacificadora. O caso provocou grande clamor popular e mobilizou manifestações pela cidade.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.