• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Protesto » Ônibus são incendiados em pontos da zona norte do Rio

Agência Brasil

Publicação: 11/04/2014 09:53 Atualização:

A Aeronáutica limitou o espaço aéreo na região do Engenho Novo e do Jacarezinho, no Rio, a cerca de dois quilômetros de distância para que os helicópteros da força de segurança do estado possam circular livremente. Na área, manifestantes fecharam ruas, atearam fogo a pneus e pedaços de madeira e jogaram pedras contra os cerca de 1.600 homens da Polícia Militar (PM) que cumprem o mandado de reintegração de posse, determinado pela Justiça, no terreno da OI, na Rua 2 de Maio, no bairro do Engenho Novo.

Os ocupantes do terreno atearam fogo a um carro da PM e a um micro-ônibus, além de destruírem parcialmente a pedradas dois carros de reportagem de uma emissora de televisão. A situação está complicada também na Avenida Dom Hélder Câmara, na altura do Jacaré, onde ônibus urbanos que passam estão sendo atingidos a pedradas pelos manifestantes.

No prédio da Oi, equipes do Corpo de Bombeiros controlaram o incêndio e um helicóptero da corporação desceu no terreno para avaliar a situação de limpeza do espaço. Um caminhão-tanque foi destruído por um incêndio provocado pelos manifestantes na Avenida Dom Hélder Câmara, além de um ônibus urbano que teve os vidros dianteiros estilhaçados. Os bombeiros ainda não chegaram ao local.

Homens da Tropa de Choque da PM estão atirando bombas de efeito moral a todo momento para tentar dispersar os manifestantes, que jogam pedras contra os policiais. O Viaduto Noel Rosa, que liga o bairro do Jacaré ao de Vila Isabel, na zona norte, foi fechado nos dois sentidos, por medida de segurança.  O trânsito está complicado na zona norte. Os motoristas devem evitar os bairros do Engenho Novo, Méier e Jacaré, devido ao fechamento de várias ruas no entorno do Engenho Novo.

Mais adiante, na Rua Leopoldo Bulhões, em Manguinhos, um ônibus também foi incendiado. O tráfego está completamente congestionado e técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego pedem aos motoristas que evitem o local. A situação é tensa, com vários manifestantes circulando de um lado para o outro.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.