• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Belo Horizonte » BRT só fica completo a duas semanas da copa

Junia Oliveira -

Publicação: 10/04/2014 08:00 Atualização:

Foto: Beto Magalhães/EM/DA Press (Beto Magalhães/EM/DA Press)
Foto: Beto Magalhães/EM/DA Press

Depois de uma sequência de atrasos e adiamentos, o calendário do BRT/Move ganha novo prazo final em Belo Horizonte. Os corredores das avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos/Pedro I e Vilarinho serão totalmente liberados para a cidade faltando duas semanas para a Copa do Mundo. Ontem, o presidente da BHTrans, Ramon Victor Cesar, informou que a conclusão de todo o sistema ocorrerá até o último fim de semana de maio, às vésperas do Mundial – o primeiro jogo em BH será em 14 de junho. O novo prazo representa 15 dias a mais em relação à estimativa anterior, de fazer a implantação total entre os dias 15 e 17 do mês que vem.

Neste sábado entra em operação a segunda fase do projeto na Avenida Cristiano Machado. De acordo com Ramon Cesar, no corredor o prazo para a conclusão do sistema é o início de maio. Conforme o Estado de Minas antecipou em sua edição de ontem, o cronograma prevê que até o dia 3 serão criadas e substituídas linhas, mudados horários e alterados itinerários dos ônibus. Segundo o planejamento, serão criadas 19 linhas para substituir 17 atuais.

Na Avenida Antônio Carlos, a expectativa é de que a Estação Pampulha entre em operação parcial ainda este mês. Ainda faltam monitores, câmeras de vigilância, painéis de informações e, em algumas estações, as portas ainda não foram colocadas. Na Avenida Vilarinho, a situação é semelhante. Ontem, ônibus articulados rodavam pela via.

EM OBRAS

Na Pedro I, o presidente da empresa que gerencia o tráfego em BH garantiu que pistas e estações funcionarão até o fim do mês que vem, mesmo com a via em obras. “Os viadutos (ainda em construção) vão agregar, mas não são imprescindíveis para o Move”, disse. Em alguns trechos, a avenida se tornou um enorme canteiro de obras. Próximo à Estação Pampulha, elas já foram erguidas. A partir do Bairro São João Batista, os módulos começam a ser montados. Operários parecem correr contra o tempo para construir as pistas.

Mesmo na Avenida Cristiano Machado, onde o transporte rápido por ônibus começou a operar há um mês, ajustes ainda estão sendo feitos. Ontem, funcionários davam manutenção em várias estações. Na do Bairro União, a passarela ainda está incompleta.

De modo geral, a população aprova o início da operação do sistema, mas faz ressalvas cobrando melhoria do quadro de horários e redução da lotação. Ramon Victor Cesar assumiu que ainda há dificuldades e necessidade de adequações, mas negou que influenciem no funcionamento do conjunto. “A maior parte das dificuldades foi corrigida e outras estão em correção. Elas não prejudicam os 30 dias do BRT/Move”, afirmou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.