• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Políticas para mulheres » Distrito Federal lança plano de ação para promover a igualdade de gêneros

Agência Brasil

Publicação: 03/04/2014 22:00 Atualização:

O governo do Distrito Federal lançou hoje (3) decreto que cria o 1º Plano Distrital de Políticas para as Mulheres, que prevê ações para 2014 e 2015 que promovam a igualdade de gênero. O documento prevê 304 ações, entre elas inserir 15 mil mulheres no mercado de trabalho e a capacitação de profissionais das áreas de segurança pública, saúde, educação, assistência social e sistema socioeducativo.

"Nós precisamos de vários referenciais. Precisamos de trabalho para a mulher, que muitas vezes se mantém no ciclo da violência porque não tem renda. Nós precisamos da saúde para a mulher, porque assim ela se sente mais emponderada para enfrentar a violência. Nós precisamos de uma educação não sexista que permita a construção de outro olhar sobre os gêneros", disse Olgamir Amancia, secretária da Secretaria da Mulher do DF.

Outra ação prevista no plano é a criação de mais duas Delegacias da Mulher, uma em Ceilândia e outra em Planaltina, cidades do DF distantes 26 quilômetros (km) e 48 km de Brasília, respectivamente. Atualmente o DF tem uma delegacia especializada, que fica no Plano Piloto. Para o acompanhamento da ações do plano será criado o Comitê de Articulação e Monitoramento para que a sociedade também possa controlar a implementação.

A medida vem depois que o mês das mulheres teve uma série de denúncias de violência contra a mulher e terminou com uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada , divulgada no dia 27 de março,  mostrando que 65% das pessoas acham que a mulher que mostra o corpo merece ser atacada.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.