• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Pane deixa 4 mil imóveis sem luz na Região Centro-Sul de BH

Estado de Minas

Publicação: 03/04/2014 07:31 Atualização:

Imóveis ficaram sem luz e semáforos desligados por quase quatro horas ontem na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O problema ocorreu por causa de uma falha que gerou um curto-circuito em uma das seis barras alimentadoras de energia da subestação da Cemig localizada no cruzamento da Rua Alagoas com Avenida Afonso Pena, no Centro. Por causa da pane, o sistema automático de proteção da central desligou o equipamento para evitar o risco de incêndio. Com isso, comerciantes e moradores da região da Savassi e parte do Hipercentro foram afetados com a falta de energia, cerca de 4 mil imóveis. O problema durou entre 9h05, momento do curto-circuito, até as 12h50, quando o abastecimento foi totalmente restabelecido.

Quem se preparava para abrir as portas dos comércios na região enfrentou problemas. O gerente da churrascaria Fogo de Chão, na Rua Sergipe, Gilmar Pavelkiewitz, conta que a energia elétrica acabou justamente no horário de preparo dos alimentos e de arrumação do salão. “Foi complicado fazer tudo no escuro. Só não foi pior porque temos as rotinas e uma boa estrutura montada”, disse. O problema só não foi maior porque a luz voltou às 11h30, antes do horário mais movimentado do almoço, segundo ele. No fim de semana, a rede passou por manutenção e a churrascaria precisou contratar um gerador de energia.

Na rua, motoristas precisaram ter atenção em cruzamentos com sinais desligados. De acordo com a BHTrans, semáforos ficaram desligados no cruzamento das ruas Alagoas e Cláudio Manoel; na Avenida Afonso Pena próximo ao número 3.355, altura da Praça Milton Campos; no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Alagoas; Afonso Pena com Rua Timbiras; e na Álvares Cabral com Rua São Paulo, onde o equipamento operava em flash.

CONSERTO

De acordo com a assessoria de imprensa da Cemig, mesmo com a normalização do abastecimento, o equipamento só foi consertado no fim da tarde. Logo depois da pane, uma manobra foi feita e permitiu o restabelecimento da energia para cerca de 20% dos clientes da área. De acordo com um funcionário da subestação, o religamento da energia foi possível porque a rede foi ligada nas outras seções de energia da central por meio de um processo de transferência de energia. Um total de 25 profissionais trabalharam para restabelecer o fornecimento da energia, o que ocorreu gradativamente, por meio de manobras locais em chaves da rede subterrânea que abastece a região. De acordo com o gerente de relacionamento da Cemig, Anderson Ferreira, a rede da subestação é de alta confiabilidade e análises estão sendo feitas para apurar a causa do problema.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.