• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pacificação » Entrada das Forças Federais na Maré será definida esta semana, informa Polícia Militar

Agência Brasil

Publicação: 30/03/2014 18:16 Atualização:

Balanço  parcial divulgado pela Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro indica que a ocupação do Complexo da Maré pelas forças de segurança resultou na prisão de 118 pessoas  (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Balanço parcial divulgado pela Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro indica que a ocupação do Complexo da Maré pelas forças de segurança resultou na prisão de 118 pessoas (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
A data de entrada das forças federais nas 15 favelas que integram o Complexo da Maré será definida ainda esta semana. A informação é do porta voz da Polícia Militar, tenente-coronel Cláudio da Costa ao fazer um balanço parcial sobre os números da operação de ocupação.

As informações foram também antecipadas pelo secretário de estado de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, que mais cedo havia informado que   nesta semana as forças de segurança do estado vão se reunir com o Ministério da Defesa para definir um cronograma para o processo de ocupação efetiva do conjunto de favelas.

O primeiro balanço divulgado pela Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro indica que a ocupação do Complexo da Maré, nas primeiras horas da manhã de hoje (30), pelas forças de segurança resultou na prisão de 118 pessoas – 13 durante a ocupação e 105 no cerco que se formou na região durante o processo de ocupação.

Foi apreendido farto material utilizado pelos traficantes que dominavam o complexo de 15 favelas, e que não conseguiram retirar drogas e armas antes da ocupação.

O tenente-coronel Cláudio Costa, comemorou o sucesso da operação e falou sobre o número de prisões efetuadas. “Estamos muito satisfeitos, a operação foi um sucesso e em 15 minutos nós estávamos com a comunidade sob controle do estado. Isso foi o resultado do cerco montado na sexta-feira (21). Até o final do dia mais pessoas serão presas e armas e drogas apreendidas”, disse.

Ele lembrou que só a Polícia Federal apreendeu meia tonelada de maconha. “Gostaria de pedir mais uma vez a cooperação da população denunciando a localização de armas e drogas e até mesmo dos traficantes. Nós entramos na comunidade e entramos para ficar. A presença da polícia continuará com a instalação das unidades de Polícia Pacificadora”, obervou.

Desde o último dia 21, quando teve início o cerco da polícia ao Complexo do Alemão foram apreendidos duas metralhadoras, sete fuzis, 33 pistolas, dez revólveres, cinco espingardas, 18 granadas, além de farta munição para armas de diversos calibres.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.